Outra obra de arte sofre restauração mal-sucedida e vira piada na internet
Outra obra de arte sofre restauração mal-sucedida e vira piada na internet
Leia mais

Outra obra de arte sofre restauração mal-sucedida e vira piada na internet

Depois do "Jesus Restaurado", outra obra de arte espanhola foi vítima de uma restauração mal-sucedida.

Você se lembra da famosa pintura de Jesus, que no ano de 2012 virou motivo de piada nas redes devido a uma restauração mal-sucedida? Aconteceu algo bem parecido recentemente, na Espanha. Dessa vez, foi uma escultura inteira que sofreu com uma restauração que não deu certo; e é claro, já virou também alvo de piadas nas redes. 

A restauração

Neste caso recente, a "vítima" de uma restauração ruim foi uma escultura do século XVI, exposta em na igreja de São Miguel na cidade de Estella, norte da Espanha. A encarregada da obra foi uma professora de trabalhos manuais, que não tinha muita experiência com restaurações. A escultura de madeira representa São Jorge vestindo uma armadura, montado em seu cavalo e lutando contra um dragão, e já sofria com danificações devido ao tempo: as cores estavam opacas demais, descascando. Porém, no processo de repintura, foram usadas cores uniformes e sem vida, e o santo acabou ficando com uma aparência de boneca de plástico. Na web, a escultura rendeu muitas risadas.

Mas o trabalho não agradou as autoridades espanholas. Segundo os líderes da Associação de Conservadores e Restauradores da Espanha, o ACRE, a intervenção foi uma "destruição do patrimônico cultural da Navarra (região em que está localizada a obra)" e anunciaram que tomarão as ações judiciais cabíveis contra os responsáveis. Fernando carrera, presidente da organização disse que a obra era "de grande interesse e relevância patrimonial", que o erro foi "muito sério", e que o resultado "deveria horrorizar a todos". Os responsáveis pela igreja e suas obras internas, os arcebispos da capital Pamplona, alegaram que não pretendiam restaurar a escultura, mas sim apenas limpar a peça.

Quando se deram conta do resultado, acionaram a insituição Príncipe de Viana, encarregados pelas restaurações e por manter as obras de arte da região, que agora estão analisando se há possibilidade de recuperar a escultura. Após algumas investigações, eles chegaram à conclusão que a pessoa que mexeu na escultura não sabia exatamente qual o objetivo do trabalho para o qual foi chamada. Apesar de a obra precisar apenas de uma limpeza, a intervenção foi longe demais.

 

O caso de 2012, o "Jesus restaurado"

Não é a primeira vez que uma obra de arte espanhola passa por uma restauração mal-sucedida. Em 2012, outra obra do século XIX sofreu uma deformação devido a uma restauração realizada por pessoas inexperientes. Uma espanhola de 80 anos resolveu restaurar a obra "Ecce Homo" por conta própria. No quadro, Jesus Cristo era representado, mas depois dos "cuidados" da idosa, a obra ficou irreconhecível, destruída. A mulher agiu de boa vontade, mas o resultado não agradou os espanhóis. Porém, de tanto sucesso que o "Jesus Restaurado" fez nas redes, a obra ganhou ainda mais visibilidade, e a idosa ficou famosa. Na época, turistas faziam metros e metros de fila para ver e fotografar o quadro. No fim das contas, a idosa assinou até mesmo um acordo que garante a ela 49% dos lucros do marketing gerado pela repercussão da restauração, e o resto do dinheiro seria destinado à associação de restauradores.

Escrito por Bruna Moura
Última modificação

Sem Internet
Verifique suas configurações