Veja porque todas as garrafas de vinho são de 750 ml

Veja porque todas as garrafas de vinho são de 750 ml

Claro, vocês já perceberam, todas as garrafas de vinho têm o formato para 750 ml e não 1 litro. Mas por quê? Nós explicamos:

O conteúdo dessas garrafas foi padronizado no século XIX, e desde então, correm por aí várias teorias que tentam explicar o fenômeno:

- A capacidade pulmonar de um soprador de vidro - É equivalente ao consumo médio ao longo das refeições - Melhor conservação - Facilidade de transporte

Mas todas são falsas...

Leia também
Como abrir facilmente uma garrafa de vinho sem um saca-rolhas?

Na verdade, trata-se simplesmente de uma organização prática e histórica. Na época, os principais consumidores eram os ingleses, que compravam e consumiam das vinícolas francesas. Mas o sistema de medida de lá é bem diferente do nosso. A unidade deles se chama "galão imperial", 1 galão equivale a 4,546 L, então foi necessário simplificar esse cálculo.

O vinho de Bordeaux era transportado em barricas de 225 L, ou seja, 50 galões, arredondando as decimais. Ou seja, 300 é um número mais simples que 225. Então, 1 barrica dá 50 galões, isto é, 300 garrafas de 750 ml. (1 galão = 6 garrafas). É por isso que as caixas de garrafas são sempre vendidas com 6 ou 12 garrafas. Você está acompanhando?

E o fundo afundado?

Esse fundo arredondado para dentro garante a estabilidade da garrafa quando ela está em pé. Quando o vidro está fundindo, ele é posto contra um relevo com o qual se obtém o fundo curvado para dentro com as bordas praticamente achatadas. Essa técnica do século IV é generalizada para todos os tipo de garrafas à exceção do Champagne Roederer, reserva cristal. Seu fundo é chato, pois o Tsar Alexandre II (1855) temia que escondessem ali materiais explosivos.

De Freitas Agostinho
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações