Ultrassonografia Doppler: definição, como é feito o exame, quais são os riscos para a saúde?

Ultrassonografia Doppler: definição, como é feito o exame, quais são os riscos para a saúde?

A ultrassonografia Doppler, também conhecida como ultra Doppler ou simplesmente como Doppler, é um exame de imagem médica geralmente usado para diagnosticar problemas de circulação nas veias e artérias.

O que é uma ultrassonografia Doppler?

Falamos de ultrassonografia Doppler à medida que essa técnica é baseada na propagação de ondas ultrassons para o organismo, como uma ultrassonografia convencional.

A ultrassonografia Doppler é geralmente usada quando há suspeita de um distúrbio da circulação sanguínea (por exemplo, trombose venosa). Torna possível avaliar com precisão o fluxo sanguíneo nas artérias e nas veias superficiais ou profundas das pernas, do pescoço (carótidas) ou da aorta (artéria cardíaca).

Esse exame também pode ser usado para monitorar o progresso de certas doenças, especialmente doenças cardíacas. Existem três tipos principais de ultrassonografia Doppler: Doppler pulsátil (sinal traduzido por um gráfico), Doppler contínuo (sinal traduzido por um som) e Doppler colorido (sinal traduzido por cores variando com a direção da circulação). O Doppler fetal também pode ser usado para vigiar uma gravidez de risco.

Ultrassonografia com Doppler: como é feito o exame?

Leia também
Descubra o efeito surpreendente do leite com Coca-Cola

A ultrassonografia Doppler, realizada por um radiologista, não requer jejum. Acontece deitado, geralmente de costas. Algumas roupas devem ser tiradas dependendo da área a ser examinada. Antes de passar a sonda na pele, o médico espalha um gel especial que facilita a passagem do ultrassom.

A ultrassonografia com Doppler é indolor e geralmente dura de 10 a 30 minutos: alguns problemas de circulação são mais rápidos de serem detectados (varizes) que outros (artéria obstruída). Às vezes é necessário mudar de posição para facilitar o exame ou pausar a respiração rapidamente.

Ultrassonografia Doppler: quais são os riscos à saúde?

A ultrassonografia Doppler em si não é perigoso. Pode, no entanto, destacar patologias frequentemente benignas (flebite superficial e varizes, geralmente acometendo as pernas), raramente graves como infarto do miocárdio, flebite profunda (obstrução e inflamação de uma veia profunda) ou aterosclerose severo (forte estreitamento do diâmetro de uma ou mais artérias pela formação de placas de ateroma na parede interna).O tratamento estabelecido após o exame varia dependendo do distúrbio encontrado e é frequentemente baseado na prescrição de medicamentos (anticoagulantes) e meias de compressão. Intervenções cirúrgicas são de fato destinadas aos casos mais graves.

Danielle Pereira
Sem Internet
Verifique suas configurações