Ronda Rousey: 3 razões que explicam porque ela se tornou a rainha do UFC
Ronda Rousey: 3 razões que explicam porque ela se tornou a rainha do UFC
Leia mais

Ronda Rousey: 3 razões que explicam porque ela se tornou a rainha do UFC

Ronda Rousey é a rainha incontestável do UFC desde o início da carreira em 2013. Gentside explica as razões para o seu sucesso planetário.

Judoca faixa preta, de um grande glamour esportivo, estrela do milionário UFC, mulher de negócios inigualável... As qualidades para descrever a melhor lutadora do momento, ou da história, são numerosas e refletem a personalidade multifacetada de Ronda Rousey.

De seus 1,68 metros, esta que apelidamos de Rowdy lembra um gigante. Uma grande gladiadora como o UFC nunca tinha visto. Uma combatente que nasce após a longa espera da famosa Liga Norte-Americana Mixed Martial Arts para poder popularizar um esporte que se destacava apenas no mundo masculino.

 

Medalhista olímpica em Pequim

Filha de um ex-campeão mundial de judô, Ronda aprendeu tudo pelos tatames do mundo. Após massacrar a concorrência nacional tornando-se campeão dos Estados Unidos com apenas 17 anos, ela então conquista o título mundial júnior em 2004. De uma personalidade não convencional, forjada por uma infância marcada pelo suicídio de seu pai quando ela tinha apenas 8 anos de idade, Ronda Rousey pulou etapas. Depois de vencer os Jogos Pan-americanos em 2007, ela passa a um dedo do percurso feito durante o Mundial de Judô, se inclinando apenas na final contra a francesa Gévrise Émane. No ano seguinte, ela consegue trazer o bronze dos Jogos Olímpicos de Pequim, tornando-se a primeira judoca americana a subir em um pódio olímpico.

 

Tatames em Hollywood

Seu esporte favorito não lhe permite ganhar a vida e Ronda sempre desejou mais. Foi nesse momento que ela decidiu parar o judô e mudar para um esporte de combate muito mais lucrativo: as Artes Marciais Mistas. Depois de um treino duro, suas primeiras lutas em 2010 evoluem tão bem que ela ganha um novo apelido: The Armbar Assassin. Uma referência a sua técnica favorita para submeter seus adversários: a chave de braço.

Desde que ingressou no Ultimate Fighting Championship em 2013, a jovem esmaga a concorrência a tal ponto que ela procura adversários nas classes de peso mais elevados. Com 12 vitórias em outros tantos combates, ela permanece no pódio e sem concorrência à altura.

Hoje, Ronda Rousey conquistou fãs do MMA em todo o mundo, ela ainda se permitiu contracenar em vários filmes como Os Mercenários 3, Velozes & Furiosos 7, Entourage: Fama e Amizade encarando papéis de... braço de ferro!

Escrito por Bruna Moura
Última modificação

Sem Internet
Verifique suas configurações