A perfeita reação de um banhista ao encontrar um enorme tubarão nas Ilhas Maldivas

A perfeita reação de um banhista ao encontrar um enorme tubarão nas Ilhas Maldivas

Enquanto se banhava nas águas das Ilhas Maldivas, Dmitry Zhadan, um turista russo se deparou com um enorme tubarão e teve a melhor reação possível frente ao animal.

Enquanto nadava nas Ilhas Maldivas, Dmitry Zhadan, um turista russo que estava de férias, ficou cara a cara com um tubarão, numa situação que teria assustado muita gente. Mas o homem reagiu com calma e muito sangre frio, numa atitude digna de aplausos.

Um encontro inesperado

O encontro entre tubarões e turistas nem sempre são agradáveis. O vídeo registrado aqui de forma ocasional mostra todo o desdobramento dos fatos. Através da seqüência, transmitida por Sergey Sverdlov na sua página de Facebook, podemos ver o turista nadando a poucos metros da costa do Atol de Felidhoo.

De repente, ele é alertado por seu amigo da presença do predador: um tubarão de 4,5 metros de comprimento. Nem ele nem o animal esperavam tal encontro e, apesar da confusão gerada pela surpresa do evento, ele rapidamente se resolveu sem problemas.

Como mostra a gravação no vídeo acima, Dmitry Zhadan parece não entrar em pânico em momento algum e tranquilamente continua a nadar no meio do oceano. Mas tudo tem uma explicação - sua confiança para gerenciar a situação é o resultado de sua sólida experiência e conhecimento dos ambientes marinhos.

Leia também
Imagens de um enorme tubarão-tigre capturado na Austrália comovem a internet

Um tubarão relativamente inofensivo

De fato, o homem é biólogo da Universidade Estadual de Moscou Lomonosov e instrutor de mergulho. Ao perceber que estava enfrentando um tubarão relativamente inofensivo, apesar de seu tamanho, e que também mostrava pouco interesse no nadador, Dmitry Zhadan permaneceu calmo.

O animal foi identificado como um Ginglymostomatidae, conhecido como Cação-lixa ou Tubarão-enfermeira. Eles são bastante comuns nas águas das Maldivas, onde se alimentam principalmente de peixes, polvos e pequenos crustáceos. Bastante pacífico, esses espécimes raramente atacam seres humanos.

Flávio Soares
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações