Toureiro leva chifrada e fica gravemente ferido no reto

Toureiro leva chifrada e fica gravemente ferido no reto

O toureiro Juan Leal ficou gravemente ferido após levar uma chifrada de touro na Espanha.

Ferimento grave

Na Espanha, as controversas touradas são uma tradição que estão sempre em pauta nas discussões, principalmente quando o assunto é mau trato aos animais. No entanto, não é sempre que os toureiros levam a melhor.

Um recente caso deixou os internautas do mundo inteiro impactados. Durante uma dessas touradas na capital espanhola de Madri, o toureiro francês Juan Leal ficou gravemente ferido após levar uma chifrada de seu adversário, o touro, bem no traseiro, mais especificamente no reto. O caso aconteceu na arena Las Ventas e deu o que falar na web.

A chifrada causou um ferimento de mais ou menos 25 centímetros em seu reto, e agora os médicos suspeitam também de uma fratura no cóccix e no sacro, de acordo com o jornal Daily Mail. Por sorte, apesar de profundo, o ferimento não atingiu o intestino.

O médico do francês veio a público para esclarecer o caso e informar sobre o estado de saúde do toureiro: "Foi uma sorte que o chifre atingiu o sacro e deslizou para cima, em vez de chegar ao intestino ou estômago", explicou o Dr. Máximo Garcia Leirado. Ele também afirmou que o toureiro se recuperará totalmente, mas somente após muito descanso.

Vídeo deletado

Apesar de estar sangrando e com a calça rasgada, Juan continuou seu duelo contra o touro mesmo com o grave ferimento. O vídeo do momento da chifrada foi compartilhado no YouTube e foi assistido por milhares de internautas; no entanto, após poucas horas no ar, as plataformas de compartilhamentos de vídeos consideraram o conteúdo como uma violação dos termos de serviços e decidiram deletar o vídeo de sua biblioteca. Porém, o vídeo ainda pode ser visto nas redes sociais, principalmente no Twitter, onde está sendo mundialmente compartilhado.

Apesar de algumas pessoas terem se solidarizado com a situação do rapaz, a esmagadora maioria dos internautas não esconderam a satisfação de ver o touro "se vingar" do toureiro. A prática das touradas é amplamente condenada pela maior parte da população e vista como uma maldade para com os animais.

História das touradas

De acordo com os registros mais antigos, há evidências que as touradas remontam ao século XII. Apesar de ser mais forte nos países da Península Ibérica (Espanha e Portugal), elas também são bastante comuns no sul da França e em alguns países da América do Sul, como México, Peru, Colômbia, Equador e Costa Rica.

Leia também
Com 1,80 metros de quadril, essa garota tem um dos maiores bumbuns do mundo

Há anos os grupos de proteção aos animais lutam contra a prática que já se tornou uma tradição, alegando ser uma crueldade injustificada com os touros. Eles conseguiram atingir alguns sucessos: atualmente, em algumas regiões da Espanha, país em que as touradas são mais expressivas, a prática já é proibida. Em outras regiões do mundo ainda existe o espetáculo, porém sendo proibido matar ou maltratar o animal.

Além disso, os touros não podem passar dos 10 minutos dentro das arenas, e recebem ajuda de veterinários durante e depois da tourada. Mesmo com todas reivindicações, o governo espanhol considera o evento um patrimônio cultural e histórico da Espanha.

Fonte/Imagem: History Play 

Andressa Zabeu
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações