SGOT: definição, função, como analisar os resultados?

SGOT: definição, função, como analisar os resultados?

O Soro Transaminase Glutamo-Oxalacético (SGOT), ou mais comumente referido como ASAT (aspartato aminotransferases), é uma enzima encontrada principalmente no fígado, coração e músculos, bem como nos glóbulos vermelhos. Com ALAT (alanina aminotransferases), SGOT é o que é chamado de "transaminases" na linguagem médica.

SGOT, o que é isso?

A dosagem de SGOT é geralmente recomendada pelo médico quando ele suspeitar de danos no fígado, coração ou músculo. Mas na maioria dos casos, esse exame biológico é realizado como parte de uma avaliação mais completa, porque sua única medida não leva a um diagnóstico preciso.

A principal função das transaminases é promover a transferência de aminoácidos durante reações metabólicas e químicas que ocorrem dentro das células. Assim, o aumento em sua concentração representa um forte marcador de um ataque orgânico que afeta o fígado, o coração, os músculos ou o sangue.

A dosagem de SGOT

O nível de SGOT é determinado pela análise de uma amostra de sangue tirada simplesmente de um exame comum. Se essa análise médica não exigir jejum rigoroso, muitos laboratórios recomendam que sua realização seja feita algumas horas depois de uma refeição para evitar flutuações excessivas.

Além disso, é importante saber que os valores normais podem diferir de uma instituição para outra, dependendo das técnicas de medição utilizadas. Contudo, os padrões indicativos são os seguintes:

- em homens: entre 8 e 30 UI / l,

- nas mulheres: entre 6 e 25 UI / l.

Deve-se saber que a dosagem de SGOT é quase sempre associada à dosagem de ALAT. Um relatório ASAT / ALAT deve ser preparado.

Taxa SGOT baixa: o que isso significa?

A gravidez é a principal explicação para reduzir a taxa de SGOT abaixo dos valores normais. A deficiência de vitamina B6 também pode explicar uma diminuição na concentração de enzima.

Taxa SGOT muito alta: o que isso significa?

Variações patológicas em ascensão são mais frequentemente observadas do que aquelas tendendo a cair. Um nível alto de SGOT geralmente revela danos no fígado ou no coração. Quando os valores são 10 vezes mais elevados do que o normal, o médico avançará para o diagnóstico de hepatite viral aguda.

Leia também
Descubra o efeito surpreendente do leite com Coca-Cola

Aumentos mais moderados, por outro lado, podem ter várias origens:

- hepatite crônica,

- esteatose,

- hepatite alcoólica,

- hepatite tóxica,

- infarto do miocárdio,

- insuficiência renal,

- câncer de fígado,

- hemocromatose,

- miopatia,

- cirrose...

Também é possível ver o aumento da taxa SGOT após intenso esforço físico.

Danielle Pereira
Sem Internet
Verifique suas configurações