Família Versace ficou MUITO irritada com a série "American Crime Story", entenda o motivo
Família Versace ficou MUITO irritada com a série "American Crime Story", entenda o motivo
Leia mais

Família Versace ficou MUITO irritada com a série "American Crime Story", entenda o motivo

A família Versace afirmou, em um comunicado oficial, que não tiveram envolvimento com série de TV sobre a morte de Gianni Versace.

A série aborda o assassinato de Gianni Versace (Édgar Ramirez) pelo serial killer Andrew Cunanan (Darren Criss) e Penélope Cruz no papel de Donatella, irmã do estilista.

"Como a Versace não autorizou o livro em que a série é parcialmente baseada, nem participou da escrita dos roteiros, esse programa deveria ser considerado um trabalho de ficção", declararam. A obra "Vulgar Favors", que serviu de inspiração para a série, foi publicada há quase 20 anos e Ryan Murphy, criador da série, afirmou à revista que, apesar de ter preenchido algumas lacunas sobre a história, o trabalho de Maurreen Orth é confiável e bem apurado.

Como resposta à afirmação feita por Murphy, o The Hollywood Reporter divulgou outro comunicado da família Versace, afirmando que: "o livro de Orth é cheio de fofoca e especulação. Ela nunca recebeu nenhuma informação da família Versace e não tem nenhuma base para fazer afirmações sobre a vida pessoal e íntima de Gianni Versace ou outro membro da família. Ao invés disso, em um esforço para criar uma história sensacionalista, ela apresenta boatos de segunda mão cheios de contradição".

Entre os fatores que chatearam a família, está a reprodução do crime exatamente no mesmo lugar em que aconteceu, em 1997, e a história de que Gianni e Cunanan se encontraram anos antes do crime. Além disso, também não aprovou o fato de Gianni ter sido considerado, no livro de Orth, portador do vírus HIV.

Após o anúncio bem direto, prometeram não se manifestar mais sobre o assunto.

Escrito por De Freitas Agostinho
Última modificação

Sem Internet
Verifique suas configurações