Vitiligo: Tem cura? Tratamento e causas
Vitiligo: Tem cura? Tratamento e causas

Vitiligo: Tem cura? Tratamento e causas

O vitiligo é uma doença da pele comum que se manifesta pelo aparecimento de manchas brancas. Afeta principalmente o rosto, braços e mãos. Qual é o seu tratamento e quais são as suas causas?

Vitiligo: o que é?

O vitiligo é uma doença de pele caracterizada pelo aparecimento de manchas brancas. Esta despigmentação é causada pelo desaparecimento dos melanócitos, células responsáveis pela produção de melanina, o principal pigmento da pele.

Existem várias formas de vitiligo. O vitiligo generalizado apresenta manchas mais ou menos simétricas em duas partes do corpo. Sua evolução é imprevisível. O vitiligo segmentar apresenta apenas uma ou duas manchas em um local limitado. Esta forma afeta principalmente crianças e adolescentes. O vitiligo universal se espalha rapidamente e cobre todo o corpo.

Não contagioso, o vitiligo é relativamente comum. Ele atinge entre 1% e 2% da população.

Sintomas do vitiligo

O sintoma característico do vitiligo é o aparecimento de manchas brancas na pele. Elas não são dolorosas e geralmente não são acompanhadas de sensações de coceira ou ardência. Seu tamanho pode variar muito, de apenas alguns milímetros a uma superfície de vários centímetros. As áreas do corpo mais comumente afetadas são as mãos, pés, braços e face.

A evolução do vitiligo geralmente se faz em fases, de maneira imprevisível. As manchas podem aumentar ou diminuir sem motivo aparente.

Vitiligo: causas

O vitiligo é uma doença complexa cujas causas ainda são pouco conhecidas. Existe um fator genético que causa o desaparecimento dos melanócitos. Estudos mostram que, pelo menos, dez genes podem ser associados ao vitiligo. Há também, em cerca de 30% dos casos, antecedentes familiares.

Vários fatores de risco podem desencadear o aparecimento da doença, como um trauma emocional, estresse intenso, ferimentos ou queimaduras solares. Uma doença autoimune, também pode causar vitiligo: a pessoa atingida produz anticorpos que atacam os melanócitos.

Tratamento do vitiligo

O tratamento do vitiligo tem como objetivo a repigmentação das áreas sem cor do corpo. Várias técnicas estão disponíveis. A fototerapia consiste em uma exposição da pele à radiação ultravioleta B. Ela estimula os melanócitos ainda presentes no organismo. Este método é usado principalmente em casos da forma generalizada. Um tratamento à base de radiação ultravioleta A pode ser proposto, mas é mais difícil e menos eficaz.

A repigmentação também pode ser feita com a utilização de cremes ou pomadas à base de corticosteroides. É necessário aplica-los pouco tempo após o aparecimento das manchas. De fato, sua eficácia não é constante ao longo do tempo. Em casos mais extremos, um enxerto de pele pode ser considerado.

Escrito por Bruna Moura
Última modificação

Sem Internet
Verifique suas configurações