O consumo excessivo de proteínas o levou ao hospital: acharam que era hepatite, mas era algo muito pior

O consumo excessivo de proteínas o levou ao hospital: acharam que era hepatite, mas era algo muito pior

Sean Tierney teve que ser operado imediatamente para salvar sua vida. Depois de uma dieta restrita a proteínas, seu corpo sofreu todas as consequências.

Sean Tierney pode agradecer aos médicos que o atenderam por estar vivo, pois quando chegou ao hospital, seu diagnóstico era muito grave. No final, conseguiram salvar a sua vida, mas ele terá que esperar um bom tempo para voltar a fazer exercício.

O atleta de 34 anos começou uma dieta baseada em proteínas desde quando começou a competir em 2017 até o dia que começou a ter fortes dores abdominais. E ainda que em um primeiro momento tenham achado que ele poderia estar sofrendo de hepatite, o que aconteceu foi a descoberta de algo muito pior.

"O médico disse que as proteínas eram um problema porque precisava aumentar as minhas fibras. Tinha a ver com a quantidade de proteína que eu tinha e com o fato de que eu fiz uma dieta restrita pela primeira vez na minha vida e que o meu corpo não estava acostumado", comentou Tierney para o portal de notícias Daily Mail.

Leia também
Romário dos Santos Alves, o homem que quer ser como o Hulk

Apesar de tudo, o fisiculturista East Yorkshire confirmou que a operação salvou sua vida e que não tem dúvida alguma de que Sean Tierney continuará competindo apesar de tudo o que aconteceu: "os médicos pensaram que eu não voltaria a competir, mas quero fazer isso por mim", afirmou Tierney.

Fonte e imagem: Infobae

De Freitas Agostinho
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações