Intolerância ao glúten: quais são os principais sintomas?
Intolerância ao glúten: quais são os principais sintomas?
Leia mais

Intolerância ao glúten: quais são os principais sintomas?

Segundo estimativa somente 10 a 20% entre das pessoas seriam diagnosticadas, enquanto que outras já teriam retirado esse ingrediente da dieta sem ter realmente a intolerância. E quais são os sintomas de intolerância ao glúten?

Você tem problemas gástricos recorrentes, dores abdominais, inchaços? E se você tiver intolerância ao glúten? A doença celíaca, mais comumente chamada intolerância ao glúten pode aparecer desde a infância ou manifestar-se mais tarde, na idade adulta. Apesar disso, ela é difícil de diagnosticar e pode passar despercebida por muitos anos. Atualmente estima-se que somente 10 a 20% das pessoas que sofrem desta intolerância foram diagnosticadas. Entretanto, a doença pode ter consequências graves a longo prazo. Definição: o que é o glúten?O glúten é uma proteína de reserva contida em muitos cereais como o trigo, centeio e cevada. Ela é responsável pelas propriedades viscoelásticas da farinha. Encontramos o glúten em muitos alimentos como pães, patês, biscoitos mas também em pratos preparados. Para simplificar, o glúten é constituído essencialmente de proteínas insolúveis: no caso do trigo, a gliadina e a glutenina. Nas pessoas intolerantes, a penetração destas proteínas no intestino produz uma reação inflamatória anormal: ela vai desencadear a produção de anticorpos dirigidos a essas proteínas que vão atacar as células intestinais. Pouco a pouco, a parede do intestino grosso vai sendo danificada assim como as vilosidades (que ficam dentro das mucosas e do tecido).As estruturas participam da absorção dos nutrientes contidos nos alimentos digeridos. Assim, esta destruição vai provocar uma má absorção de certos elementos normalmente essenciais. Isso causa carências em calorias e em nutrientes assim como em vitamina e minerais. Ainda que a reação seja de ordem imunológica, a intolerância ao glúten não pode ser qualificada como uma alergia alimentar porque os anticorpos não são os mesmos que são produzidos no caso de uma alergia. Os sintomas também são muito diferentes. Sintomas de intolerância ao glútenComo a intolerância ao glúten conduz a uma deterioração progressiva do intestino grosso, a doença pode passar relativamente despercebida. De forma geral os sintomas podem ser pequenos ou confusos.Os principais sinais são geralmente de ordem gástrica:- dores abdominais- inchaços- diarréias crônicas- náuseas e vômitosEstes sinais aparecem progressivamente e não de forma súbita como no caso de uma alergia. Ainda nas manifestações gástricas, a doença pode causar um emagrecimento inexplicável, cansaço, falta de energia, anemia. Os outros sinais potenciais incluem um estado depressivo, cãibras musculares, dores nos ossos ou articulações, aftas recorrentes na boca, problemas menstruais, infertilidade e ganho de peso. Nas crianças e adolescentes, a intolerância pode provocar os mesmos sintomas gástricos que em um adulto como uma perda de peso e retardo de crescimento. Outros sinais como mudanças de humor e um retardo da puberdade podem ser igualmente observados. Qual é a origem da intolerância ao glúten?Hoje não se sabe a origem exata da intolerância ao glúten. Fatores como a predisposição genética foram identificados mas não são suficientes para explicar a doença auto-imune. Assim, os estudos colocam em evidência a existência de fatores ambientais, especificamente infecciosos. Certas condições como a introdução precoce de glúten na alimentação da criança também pode ter influência na doença. Mais frequente nas mulheres que nos homens, a doença é detectada na primeira infância, antes de dois anos, ou na idade adulta, entre 20 e 40 anos. Os casos detectados em pessoas com mais de 60 anos são igualmente frequentes. Os filhos de pais intolerantes possuem mais risco de ter a doença. Como despistar a intolerância ao glúten?A presença de um ou muitos sintomas citados pode supor uma intolerância ao glúten. Para confirmar o diagnósticos, muitos testes devem ser realizados. O primeiro consiste na pesquisa da existência de anticorpos característicos da doença no sangue do paciente. Se o resultado for positivo, um segundo teste mais invasivo será realizado. Este último consiste em praticar uma endoscopia do intestino grosso para retirar algumas amostras (biópsias). Essas amostras permitem detectar a presença ou não de uma atrofia no nível das vilosidades intestinais. Se o resultado for positivo, a terceira etapa consiste em iniciar um regime alimentar sem glúten. A eficácia do regime confirmará definitivamente a intolerância ao glúten. Atualmente, não há tratamento medicamentoso contra a doença celíaca. O único tratamento é excluir da vida as fontes de glúten.Glúten: intolerância ou alergia?A doença celíaca não deve ser confundida com outras formas de intolerância ao glúten. Certas pessoas apresentam uma real alergia ao glúten. Neste caso, problemas respiratórios ou digestivos aparecem depois da ingestão de produtos contendo a proteína. Mas esta forma de alergia é bastante rara, de acordo com os especialistas. Nos últimos anos, apareceu uma nova "categoria" de pessoas apresentando problemas com glúten. São os ditos "hipersensíveis ao glúten". Ainda que eles tenham sintomas semelhantes às pessoas que sofrem da doença celíaca, nenhum anticorpo característico da última é detectado nestas pessoas, o que deixa a origem da doença ainda um mistério.
Escrito por Pedro Souza
Última modificação

Sem Internet
Verifique suas configurações