Hérnia na virilha: Sintomas, cirurgia e tratamento: O que é a hérnia inguinal?
Hérnia na virilha: Sintomas, cirurgia e tratamento: O que é a hérnia inguinal?
Leia mais

Hérnia na virilha: Sintomas, cirurgia e tratamento: O que é a hérnia inguinal?

A hérnia inguinal (ou hérnia na virilha) é a mais frequente dentre as hérnias. Ela situa-se na parte inferior do abdômen e pode aparecer na idade adulta ou no nascimento. Mas como reconhecê-la e como tratá-la? Explicaremos a seguir.

O que é a hérnia inguinal?

Uma hérnia inguinal é um nódulo sob a pele da virilha, entre o abdômen e a coxa. Ela ocorre quando o intestino sai de seu lugar através de um orifício abdominal. Este buraco pode ser o anel inguinal profundo, um buraco na parede abdominal que dá passagem a vasos e ligamentos. Ele é rodeado pelos músculos da parede abdominal.

Mas por vezes estes músculos relaxam e aumentam o diâmetro do orifício, o que permite que os órgãos digestivos penetrem nesse orifício. Então uma massa pode ser visível na virilha. No entanto, a hérnia inguinal também pode vir de um buraco surgido acidentalmente, como uma ruptura do peritônio (parede do abdômen) após esforços repetidos, por exemplo.

A hérnia inguinal é a hérnia mais frequente. Em geral, apenas um dos lados do corpo é atingido, mas existem hérnias inguinais bilaterais. As crianças também podem ter uma hérnia inguinal, mas quando isso acontece, chama-se de hérnia inguinal congênita.

Causas: o que causa a hérnia inguinal?

A hérnia inguinal congênita pode estar presente em crianças desde o nascimento, especialmente entre os meninos. Às vezes o conduto peritônio vaginal (que permite a migração dos testículos do abdômen no sentido das bolsas testiculares durante o crescimento do feto) permanece aberto ao invés de fechar-se antes do nascimento. Uma parte do intestino pode, então, introduzir-se nesse espaço e criar uma hérnia.

A hérnia inguinal aparece na idade adulta. Ela pode ser causada por esforços repetitivos, carregar peso, obesidade, tosse crônica ou prisão de ventre.

Sintomas: como detectar uma hérnia inguinal?

A hérnia geralmente é assintomática (sem sintomas), mas pode progredir e causar alguns sintomas como:

- Inchaço na virilha

- Dores quando a pessoa se inclina, carrega ou empurra um objeto pesado, ou tosse

- Sensação de queimação

Em caso de estrangulamento do intestino, as dores tornam-se muito fortes, a pessoa sente náuseas, pode vomitar, e não produz fezes (prisão de ventre). Isto é uma emergência médica e demanda internação hospitalar rápida.

Tratamento: como tratar uma hérnia inguinal?

As hérnias chamadas redutíveis demandam apenas um tratamento simples e depois um acompanhamento. Quanto às outras hérnias, a cirurgia é a única opção.

Dentre as cirurgias, existem várias possibilidades. Inicialmente, a cirurgia chamada de "cirurgia a céu aberto" em que o cirurgião abre o abdômen no eixo da hérnia, depois isola e remove o saco hernial e reconstrói a parede com elementos musculares e fibrosos.

A operação também pode ser feita por laparoscopia. Essa técnica hoje é mais frequente e tem várias vantagens: o paciente se recupera melhor, tem menos dor, fica apenas com uma pequena cicatriz. A internação hospitalar também é mais curta. No entanto, este tipo de intervenção requer uma anestesia geral.

A escolha da técnica baseia-se no tamanho da hérnia, na sua localização, mas também na condição e nas preferências do paciente. Após a operação, o risco de recorrência é inferior a 5%.

Escrito por De Freitas Agostinho
Última modificação

Sem Internet
Verifique suas configurações