Hérnia de disco: sintomas, tratamento, fisioterapia. O que é a hérnia de disco?
Hérnia de disco: sintomas, tratamento, fisioterapia. O que é a hérnia de disco?

Hérnia de disco: sintomas, tratamento, fisioterapia. O que é a hérnia de disco?

A hérnia de disco é caracterizada por dor intensa na região lombar (hérnia de disco lombar) ou na região do pescoço (hérnia de disco cervical). O que fazer e quando se deve optar pela cirurgia?

O que é a hérnia de disco?

Geralmente, chama-se hérnia o escape parcial de um órgão ou estrutura da cavidade que o protege. A hérnia de disco corresponde ao escape de um dos discos intervertebrais, localizados entre as vértebras da coluna. Esses discos, de consistência gelatinosa, têm como função dar mais flexibilidade à coluna e amortecer os choques. Existem também outros tipos de hérnia, como a hérnia de hiato e a hérnia inguinal.

A hérnia de disco é mais comum nas pessoas com idade entre 30 e 45 anos. Os homens sofrem mais do problema do que as mulheres, já que eles utilizam a força física com mais frequência, seja na prática de esportes ou durante o trabalho.

Os sintomas da hérnia de disco

Na grande maioria dos casos, a hérnia de disco se manifesta através de dor intensa na parte inferior das costas na região das vértebras lombares (discos L4-L5 ou L5-S1), o que produz uma lombalgia. Fala-se então em hérnia de disco lombar. Quando uma das raízes do nervo ciático é comprimida, a dor se prolonga pelas pernas, o que é conhecido como ciática.

A hérnia pode acontecer também na região do pescoço, na altura das primeiras vértebras da coluna. Trata-se, portanto, da hérnia de disco cervical. Nos casos mais graves, a medula espinhal é afetada, ocasionando a paralisia de certos membros. Entretanto, na maioria dos casos, a hérnia de disco não provoca sintomas e, assim, passa despercebida.

Causas da hérnia de disco

Há diversas causas possíveis para a hérnia de disco. A mais comum delas é o "mau jeito", que pode acontecer durante uma ação brusca ou quando se pega muito peso, por exemplo. Além disso, os discos intervertebrais ressecam com o envelhecimento (degeneração discal), o que pode levar a fissuras. As mulheres grávidas também estão sujeitas à hérnia de disco. Um repentino ganho de peso aumenta consideravelmente o nível de tensão na coluna vertebral.

Qual é o melhor tratamento para a hérnia de disco?

A primeira etapa ao se tratar a hérnia de disco é o repouso, para aliviar a coluna vertebral. No entanto, não é aconselhável permanecer deitado por mais de 48 horas e o melhor é retornar à atividade física assim que possível. Na verdade, um repouso muito prolongado pode enfraquecer os músculos e retardar a recuperação.

Para aliviar a dor, existem medicamentos que diminuem a inflamação, como analgésicos e anti-inflamatórios. Se esses medicamentos não forem o suficiente, o médico pode pedir uma infiltração (injeção) de cortisona sobre a área dolorida. A manipulação da coluna vertebral (manipulação quiroprática) é bastante controversa. Alguns terapeutas acreditam que ela possa agravar os sintomas e gerar complicações como a síndrome da cauda equina.

A cirurgia da hérnia de disco é feita apenas em último caso. É indicada somente para pacientes com quadros críticos, envolvendo sintomas graves como a paralisia dos esfíncteres ou a perda de sensibilidade da pele.

Escrito por Marcos Silva
Última modificação

Sem Internet
Verifique suas configurações