Gengivite: tratamento, sintomas. A gengivite tem cura?
Gengivite: tratamento, sintomas. A gengivite tem cura?

Gengivite: tratamento, sintomas. A gengivite tem cura?

A gengivite é uma inflamação das gengivas. Geralmente é causada por uma higiene buco-dental ruim. Qual seu tratamento e como curá-la?

O que é gengivite?

A gengivite consiste na inflamação das gengivas. Frequentemente é originada pela presença de uma placa bacteriana que se acumula nos dentes. Esta placa dentária endurece e transforma-se em tártaro, que ataca as gengivas.

A gengivite é uma doença muito comum. O risco de contraí-la aumenta com a idade. Se não for tratada, pode evoluir para complicações como a periodontite ou uma doença mais grave da gengiva, podendo até levar à queda dos dentes.

Sintomas da gengivite

A gengivite manifesta-se por dores nas gengivas. Elas ficam anormalmente sensíveis e inchadas e adquirem uma cor vermelha, ou mesmo branca em um estágio avançado. Elas sangram facilmente ao escovar os dentes ou comer.

Além disso, constata-se um mau hálito e abcessos. A gengivite pode levar a uma periodontite que se caracteriza pela perda ou deslocamento dos dentes.

Causas da gengivite

Na maioria dos casos, a gengivite é causada pela má higiene buco-dental. De fato, a falta de escovação ou uma escovação pouco frequente favorecem a formação da placa dentária. O consumo de álcool e tabaco também tem um papel no aparecimento da patologia.

Uma mudança hormonal, como acontece durante a gravidez ou durante a menopausa, assim como certas doenças como a diabetes, podem aumentar o risco de desenvolvimento da gengivite.

Tratamento: como tratar a gengivite?

O tratamento da gengivite visa combater a progressão da doença. Portanto, baseia-se na limpeza da boca toda. A primeira etapa consiste em encontrar uma boa higiene dental, escovando os dentes regularmente e de forma eficaz. A remoção do tártaro pode eliminar a placa dentária que causa a patologia.

O médico também pode prescrever um enxague bucal antibiótico ou uma pasta de dentes especial para ajudar a cura. Em caso de complicações, uma intervenção cirúrgica pode ser necessária.

Escrito por Bruna Moura
Última modificação

Sem Internet
Verifique suas configurações