Faringite: bacteriana, crônica e viral. Tratamento e sintomas da faringite

Faringite: bacteriana, crônica e viral. Tratamento e sintomas da faringite

A faringite é uma inflamação da faringe. A doença, que é muito contagiosa, é dividida em dois tipos: a faringite crônica e a faringite aguda. Quanto tempo duram e quais são os tratamentos?

Faringite: o que é?

A faringite é inflamação da faringe, uma interseção entre as vias respiratórias e digestivas, localizada na parte de trás da boca. Ela participa da respiração, da deglutição, da fonação e da audição.

Existem dois tipos de faringite. A faringite aguda corresponde a uma angina. Ela tem origem infecciosa, sendo na maioria das vezes viral (90% dos casos) e algumas vezes bacteriana (na maioria dos casos, um estreptococo).

A faringite crônica possui muitas causas possíveis, incluindo o consumo de álcool, de tabaco, exposição à poluição, carência de ferro ou um esforço excessivo da faringe, como no canto ou em discursos longos.

Sintomas de faringite

Os principais sintomas da faringite são dor de garganta, dores na deglutição e rouquidão da voz. Também podem surgir febre moderada, tosse, dores de cabeça, gânglios inchados, secreção nasal e uma sensação de fraqueza.

Observa-se que a faringite crônica apresenta sintomas menos claros do que a faringite aguda e que são localizados na área da garganta. Ela costuma provocar secura na garganta e necessidade de limpá-la com frequência.

A faringite também pode levar a diversas complicações. A mais frequente é a rinofaringite, mas ela também pode evoluir para sinusiteotite ou laringite. Nos casos mais graves, pode surgir a febre reumática, que possui impactos nas articulações e no coração.

Duração e contágio da faringite

A faringite aguda é muito frequente, mas dura apenas alguns dias. Já a forma crônica pode se estender por vários meses. A contração da faringite infecciosa ocorre por via aérea, especialmente através do contato direto com uma pessoa doente.

O período de incubação é de 24h após o início do tratamento com antibióticos. Quando não tratada, o paciente pode passar a doença durante mais de 21 dias. O contágio pode ocorrer enquanto houver secreções nas vias respiratórias.

Leia também
Descubra o efeito surpreendente do leite com Coca-Cola

Tratamentos: como cuidar de uma faringite?

O tratamento da faringite depende da causa da doença. Na maioria das vezes, a faringite aguda, ou angina, se cura espontaneamente em alguns dias. No caso de infecção bacteriana, um tratamento com antibióticos é necessário para reduzir os sintomas e limitar as complicações.

O médico também pode prescrever analgésicos contra a dor e antipiréticos contra a febre.

Para cuidar da faringite crônica é necessário tratar as causas subjacentes da doença através de mudanças no modo de vida (dieta, parar de fumar) ou com a utilização de um inalador.

De Freitas Agostinho
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações