Cruralgia: Sintomas, causas e tratamento dessa dor intensa nas pernas
Cruralgia: Sintomas, causas e tratamento dessa dor intensa nas pernas

Cruralgia: Sintomas, causas e tratamento dessa dor intensa nas pernas

A cruralgia é uma dor intensa na perna. É muito semelhante à dor ciática (chamada também de ciática) e pode ser paralisante nos casos mais graves, especialmente no joelho e no pé.

Definição: o que é cruralgia?

A cruralgia, ou neuralgia crural, é uma dor intensa causada pela compressão de uma das raízes do nervo crural (também chamado de nervo femoral). Seus sintomas, causas e tratamentos são muito parecidos aos da ciática. As duas são resultado de uma inflamação de um nervo da região lombar. A diferença está apenas no percurso da dor.

Menos frequente do que a ciática, a cruralgia é ainda mais dolorosa e geralmente afeta pessoas com mais de 50 anos.

Sintomas da cruralgia

A cruralgia manifesta-se por uma dor intensa na parte anterior da coxa e ao longo do nervo femoral. Esse nervo parte das raízes lombares (L4, L3 ou L2) na medula espinhal, e estende-se ao longo da coxa. Ele controla a contração muscular e a sensibilidade desde a superfície anterior da perna até o pé.

Em alguns casos, partes do corpo são paralisadas de forma parcial ou completa como o joelho, o calcanhar ou a ponta do pé. Quando isso acontece, denomina-se cruralgia paralisante. A pressão exercida sobre o nervo também pode causar lesões irreversíveis.

Causas da cruralgia

A cruralgia geralmente tem origem não infecciosa. Pode ser causada pela compressão do nervo femoral por uma hérnia de disco, a alteração de um disco vertebral devido a um desgaste ou uma artrose, uma deformação da coluna vertebral como uma escoliose, ou uma estenose espinal.

Nos casos mais graves, a causa da cruralgia pode ser uma espondilite. Trata-se de uma infecção grave dos discos vertebrais. É uma urgência médica que deve ser tratada imediatamente. A presença de um tumor em uma vértebra lombar também pode comprimir o nervo crural.

Tratamento da cruralgia

Assim como a ciática, a primeira coisa a se fazer é repouso absoluto durante dois dias. Mas o período de repouso não deve ser muito grande, já que ficar acamado por muito tempo pode enfraquecer os músculos das costas que sustentam a coluna vertebral e, assim, retardar a cura.

Um médico pode prescrever um tratamento medicamentoso para aliviar a dor logo no início dos sintomas. Em geral, esses medicamentos são paracetamol e anti-inflamatórios não esteroides. Se a dor for muito intensa, analgésicos à base de morfina também podem ser propostos.

Se ao final de dois ou três meses o tratamento não se mostrar eficaz, o médico pode pedir exames complementares como uma IRM (imagem por ressonância magnética) ou uma radiografia da coluna vertebral. Dependendo da causa da cruralgia, uma intervenção cirúrgica pode ser considerada. Pode tratar-se de uma ampliação de um canal lombar, da fixação da coluna ou da extirpação da hérnia de disco. Estas operações podem ser realizadas por meio de uma cirurgia minimamente invasiva, o que permite reduzir os problemas pós-operatórios.

Escrito por Bruna Moura
Última modificação

Sem Internet
Verifique suas configurações