Anorexia: O que é? Sintomas, causas e tratamento
Anorexia: O que é? Sintomas, causas e tratamento

Anorexia: O que é? Sintomas, causas e tratamento

A anorexia mental é um distúrbio alimentar caracterizado pelo medo incontrolável de ganhar peso. É uma doença mental com causas variadas e consequências muito graves para as pessoas anoréxicas.

Definição: o que é a anorexia mental?

A anorexia mental é um transtorno alimentar (TA) caracterizado por uma recusa em alimentar-se e pela necessidade obsessiva em emagrecer. Trata-se de um dos TA mais recorrentes, junto da bulimiae da hiperfagia. Essa doença atinge de 1 a 2% da população, principalmente meninas de 14 a 20 anos.

O nome anorexia mental é sempre abreviado, de maneira errônea, como anorexia. Na verdade, o termo anorexia designa unicamente um sintoma que correspondente à perda do apetite que se encontra em várias patologias. A anorexia mental é, como o nome indica, uma doença mental complexa que implica uma perturbação psicológica da imagem do corpo e o medo incontrolável de ganhar peso.

Sintomas e sinais da anorexia mental

Em geral, é necessário algum tempo até seja possível perceber os sintomas da anorexia mental já que o doente passara por uma fase de recusa e começa a negar e dissimular a doença. Os sinais característicos da anorexia mental são:

- Relutância em manter um peso normal: isso resulta um emagrecimento significativo, chegando-se à um IMC (Índice de massa corporal) inferior a 18.

- Medo obsessivo de ganhar peso: qualquer ganho de peso desencadeia raiva e ansiedade. A pessoa se pesa com uma frequência muito grande.

- Alteração da percepção de si (dismorfobia): mesmo sendo magra, a pessoa anoréxica está convencida de estar acima do peso. Ela pode passar muito tempo se olhando no espelho.

- Interrupção da menstruação: nas mulheres, uma amenorreia pode acontecer, ou seja, pode-se observar a ausência da menstruação por três ciclos no mínimo.

Distingue-se duas formas de anorexia mental. A anorexia nervosa do tipo restritivo associa um regime alimentar estrito a uma hiperatividade e exercícios físicos demasiadamente intensos. Nos casos de anorexia nervosa bulímica. Há ocorrência de crise bulímica com indução de vômitos e uso de laxantes.

Causas da anorexia mental: como alguém torna-se anoréxico?

Distúrbios alimentares como anorexia mental não tem origem em uma única causa, mas de múltiplos fatores genéticos e psicológicos. Acontecimentos pessoais como problemas familiares (luto, divórcio...) ou sociais (sentimento de rejeição, isolamento), têm um papel determinante na aparição da doença.

Pesquisas também permitiram a identificação de genes associados a comportamentos de pessoas anoréxicas como a depressão ou compulsão. Entretanto, não puderam mostrar nenhum gene claramente específico da anorexia mental.

Consequências da anorexia mental

As consequências da anorexia não se limitam à perda do peso. A má nutrição e a baixa alimentação resultam em graves problemas físicos. A pessoa anoréxica tem inúmeras carências de vitaminas, proteínas ou ácidos graxos.

Isso pode provocar problemas metabólicos, do colesterol, perturbações neurológicas, cardiovasculares, problemas renais, perda de cabelos, vertigens... Problemas de osteoporose também são frequentes resultando a descalcificação, fraturas ósseas e, em certos casos, desgaste e perda de dentes.

Consequências psicológicas como depressão, perda da vontade de viver, baixa da libido, temperamento raivoso ou dificuldade de concentração, também podem ser observadas nos doentes. Socialmente, isso leva frequentemente ao isolamento e afastamento do convívio familiar e de amigos.

Tratamento da anorexia mental

Para que o tratamento da anorexia mental possa ser eficaz, é necessário o envolvimento de todo o círculo social do paciente para ajuda-lo a passar pela doença. Isso compreende uma psicoterapia, seguido de acompanhamento psicológico e somático, assim como o estabelecimento de um dieta nutricional do qual o objetivo principal será a normalização do peso.

Um tratamento com remédios também pode servir como complemento para a luta contra os distúrbios comportamentais. Antidepressivos, como fluoxetina, e ansiolíticos podem ser prescritos. As recaídas são frequentes durante a evolução da anorexia mental. É necessário, portanto, ser vigilante.

Escrito por Marcos Silva
Última modificação

Sem Internet
Verifique suas configurações