O misterioso sarcófago preto descoberto no Egito revela novos segredos

O misterioso sarcófago preto descoberto no Egito revela novos segredos

No início de julho, arqueólogos egípicios tiraram da terra um misterioso sarcófago de granito preto. Descoberto por acaso, ele revela agora seus segredos. No interior: três esqueletos banhados em um estranho líquidos e três painéis de ouro com inscrições.

O misterioso sarcófago preto da Alexandria ainda não parou de nos surpreender. Descoberto por acaso no início de julho, ele surpreendeu os arqueólogos por seu tamanho imponente de 2,7 metros de comprimento. Mas, sobretudo, por seu excepcional estado de conservação: em não menos de 2000 anos, ele nunca havia sido aberto - uma exceção já que a maioria dos sarcófagos descobertos até hoje já haviam sido saqueados.

No interior, os arqueólogos encontraram três esqueletos banhados em um estranho líquido laranja. Depois de análises, parece que se tratava de água da drenagem que havia se infiltrado ali ao longo dos séculos. A sepulta continha muito poucos ornamentos funerários, mas três painéis de ouro com inscrições atraíram a atenção dos arqueólogos.

Leia também
Leoa gravemente ferida é salva por veterinários no Quênia

Entre os motivos representados, se sobressaia principalmente o desenho de uma serpente, representação muito comum no Egito Antigo e frequentemente associado à deusa funerária Isis. Um outro desenho parece representar sementes de papoula colocadas sobre um altar, de acordo com um expert interrogado pela LiveScience. Todavia, o significado dessas representações ainda é muito misterioso.

• De Freitas Agostinho
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações