Quanto vale ser a rainha da bateria de uma escola de samba?

Quanto vale ser a rainha da bateria de uma escola de samba?

Subcelebridade ofereceu uma verdadeira fortuna para ficar com o posto de Evelyn Bastos, rainha de bateria da Mangueira desde 2014.

O desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro é um dos pontos altos do Carnaval brasileiro. É transmitido ao vivo na televisão e as imagens correm o mundo. É, muitas vezes, o retrato do povo brasileiro para as pessoas de outros países.

A bateria é o coração da festa e estar à frente desta ala especial é uma posição de muito destaque e prestígio. É o sonho de muitas meninas da comunidade e também de celebridades ou aspirantes a celebridades que desejam ganhar projeção nesta época do ano.

Mas o carnaval também tem seus episódios polêmicos. Algumas Escolas de Samba optam por manter a tradição e elegem uma mulher da comunidade para este posto, já outras o oferecem (ou vendem) para famosas desfilarem pela Avenida.

Leia também
Ela passou dos limites na sua despedida de solteira, o vídeo foi parar na internet

A Estação Primeira de Mangueira é uma das mais tradicionais e conhecidas Escolas de Samba cariocas e tem como tradição ter como rainha de bateria alguém que tenha nascido ali e que frequente o barracão e os ensaios durante todo o ano.

No vídeo, conheça Evelyn Bastos, que há cinco anos desfila à frente da bateriamangueirense e saiba quanto subcelebridades já lhe ofereceram para ficar com o seu cargo no Carnaval.

(Fonte: O globo)

 

De Freitas Agostinho
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações