Proteinúria: definição, papel, como analisar os resultados?
Proteinúria: definição, papel, como analisar os resultados?

Proteinúria: definição, papel, como analisar os resultados?

Estamos falando de proteinúria, a presença excessiva de proteína na urina. Quanto mais proteína na urina, menos eficaz a função renal.

Proteinúria, o que é isso?

Normalmente, a urina não deve conter mais de 50 mg / l de proteína. Acima desse limite, denominamos de proteinúria positiva. Deve notar-se que a urina é ainda susceptível de conter diferentes tipos de proteínas como a albumina, que é a proteína do sangue mais representativa (60%). Mas também podemos mencionar a muco proteína Tamm-Horsfall, as imunoglobulinas e muitas outras pequenas proteínas.

A busca por proteinúria consiste em um exame quase sistematicamente realizado durante a análise da urina. Além de avaliar a função renal, o exame também permite detectar possíveis doenças renais, infecções urinárias ou patologias diabéticas.

A dosagem de proteinúria

A pesquisa de proteinúria ao longo de 24 horas é geralmente recomendada quando um teste de tira é positivo. Esse tipo de exame de rotina é feito todos os meses como parte do monitoramento da gravidez, bem como em muitas outras circunstâncias.

Uma coleta mais prolongada de urina é, então, recomendada para obter uma confirmação da presença anormal de proteínas na urina, bem como um panorama mais detalhado das proteínas excretadas, já que o teste de amostra detecta apenas a albumina. Os resultados são considerados normais quando a proteinúria fisiológica está entre 50 e 100 mg / 24 horas, com 10 a 50 mg / 24 h de albumina.

Nível de proteinúria muito baixo: o que isso significa?

Um nível de proteína na urina abaixo dos valores de referência não é patológico e até indica uma função renal particularmente eficiente.

Taxa de proteinúria muito alta: o que isso significa?

Quando a eliminação de proteína na urina é maior que 100 mg / 24 h, a proteinúria é comprovada. Na maioria dos casos, permanece benigna e reabsorve naturalmente. Às vezes, há um aumento na proteína urinária durante uma infecção viral, estresse emocional ou após intenso esforço físico.

Mas, quando a proteinúria persiste, uma deterioração da função renal é então suspeitada. Exames adicionais são necessários para refinar o diagnóstico, pois diversas patologias podem causar esse tipo de variação. Entre as principais, podemos citar: infecção renal, mieloma múltiplo, diabetes, hipertensão arterial, insuficiência cardíaca, câncer de bexiga...

Escrito por De Freitas Agostinho

Sem Internet
Verifique suas configurações