Mulher é brutalmente agredida por causa do molho de um hambúrguer

Mulher é brutalmente agredida por causa do molho de um hambúrguer

O agressor é um policial militar que se revoltou após receber um sanduíche diferente do que tinha pedido por telefone.

“Ele é um monstro, espero que não saia da prisão tão cedo” esta foi a declaração da vítima sobre o policial militar Augusto César Lima Santana, que ficou insatisfeito com os serviços de uma lanchonete, saiu de casa e foi até lá para se vingar da atendente. O caso aconteceu em Jacarepaguá, bairro da zona oeste do Rio de Janeiro, e as imagens são fortes.

Tito, como é conhecido, arrastou Liz Pacheco, de 24 anos, pelos cabelos e agrediu-a com chutes e coronhadas na cabeça após um desentendimento relacionado a entrega de um sanduíche. Segundo ela, tudo começou com a mulher dele ligando dizendo que o hambúrguer estava errado pois continha molho barbecue. 

Enquanto a funcionária tentava explicar que o tal molho fazia parte do sanduíche, chamado Barbie Bacon, a mulher do outro lado da linha repetia para alguém tudo o que estava sendo dito ao telefone.

De repente, o policial pegou o aparelho e começou a disparar xingamentos, afirmando que exigia receber outro hambúrguer. A confusão aumentou quando Liz falou que não iria mandar pois estava recebendo agressões verbais.

Poucos minutos depois, Tito invadiu a lanchonete perguntando "quem é a piranha que falou no telefone?". Quando Liz se identificou, levou logo um tapa na cara. Em seguida o policial agrediu violentamente a jovem.

Leia também
Com 1,80 metros de quadril, essa garota tem um dos maiores bumbuns do mundo

O vídeo, feito pelas câmeras de segurança, mostra toda o momento da agressão sofrida por Liz, que foi levada para o hospital e tomou três pontos na cabeça, além de ter ficado com o corpo todo roxo. Assista!

(Fonte: Extra) 

Gouvea Aline
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações