Cientistas descobrem um efeito inesperado da pílula anticoncepcional
Cientistas descobrem um efeito inesperado da pílula anticoncepcional
Leia mais

Cientistas descobrem um efeito inesperado da pílula anticoncepcional

Um novo estudo revela que as mulheres que tomam a pílula têm mais dificuldade de interpretar expressões faciais que o normal. Um efeito sutil cujas repercussões ainda são pouco conhecidas.

A pílula, tão necessária quanto salvadora em certos casos, não deixa de ser objeto de controversas. Um novo estudo revela que ela alteraria a capacidade das mulheres interpretarem as emoções escondidas por trás de certas expressões faciais complexas. Esse efeito poderia ter um impacto em suas capacidades de estabelecer relações.

Impacto psicológico desconhecido

Se os efeitos metabólicos são cada vez mais conhecidos, suas repercussões psicológicas permanecem ainda em aberto. "Mais de 100 milhões de mulheres no mundo utilizam um contraceptivo oral, mas impressionantemente sabemos poucas coisas no que tange o seu impacto sobre as emoções, a cognição e o comportamento", explica o autor principal do estudo, Alexander Lischke.

"Todavia, descobertas coincidentes sugerem que os contraceptivos orais alteram a capacidade de reconhecer as expressões emocionais dos outros, o que poderia afetar a forma como as usuárias iniciam e mantêm as relações." O doutor Lischke e sua equipe decidiram então desenvolver uma pesquisa administrando um teste de identificação das emoções das mulheres que tomam a pílula.

A diferença em emoções complexas

"Se os contraceptivos orais causavam uma verdadeira degradação da capacidade de reconhecer as emoções por parte das mulheres, nós teríamos provavelmente percebido isso na nossa vida cotidiana com nossas parceiras", explica Lischke. É por isso que os testes são concentrados no reconhecimento de emoções complexas. "Enquanto os dois grupos [pílula e grupo em observação] eram elevados a reconhecer emoções simples, as usuárias da pílula ficavam menos suscetíveis a identificar corretamente as expressões mais complicadas.

"Os efeitos da pílula são portanto sutis, mas notáveis, com 10% de reconhecimento a menos por parte das usuárias. Essa dificuldade estaria ligada à ação da pílula nos níveis de estrógeno e de progesterona. Os pesquisadores destacam a importância de conduzir estudos mais amplos a fim de confirmar e de entender melhor esses resultados.

Escrito por De Freitas Agostinho

Sem Internet
Verifique suas configurações