Impressionantes criaturas marinhas são descobertas na fossa da Tasmânia

  • Gorgonocephalidae species
  • Uroptychus litosus
  • Eunicidae polycahaete
  • Neolithodes bronwynae
  • Blobfish (Psychrolutes marcidus)

Durante uma exploração das fossas ao Sul da Tasmânia, pesquisadores descobriram muitas espécies submarinhas, representantes de um ecossistema ameaçado de extinção.

Ao longo da costa sul da Tasmânia, na Austrália, os pesquisadores fizeram uma descoberta excepcional. No coração das montanhas submersas ao sul da região, eles descobriram mais de uma centena de novas espécies marinhas das profundezas. Veja algumas delas.

Frágil ecossistema

Do blobfish ao recentemente descoberto Neolithodes bronwynae (um carangueijo vermelho brilhante, cheio de espinhos), o bestiário exposto pela equipe do CSIRO (uma agência governamental australiana independente encarregada da pesquisa científica) é surpreendente. Em 4 semanas, os pesquisadores puderam explorar 45 dos montes imersos da região e coletar centenas de espécimes.

Infelizmente, os membros desse frágil ecossistema enfrentam ameaças crescentes nas últimas décadas: a pesca, a mineração ou até as modificações ligadas ao aquecimento climático ou à acidificação dos oceanos. Entender o seu funcionamento é então essencial para garantir a sua conservação.

60.000 fotos inéditas das fossas abissais

Leia também
Um pescador brasileiro faz uma descoberta aterrorizante em um rio

"Viagens de pesquisa como esse aqui são cruciais para nos ajudar a entender, apreciar e proteger os parques marinhos australianos", declara Jason Mundy, responsável pela proteção das zonas marinhas pela Parks Australia. "As imagens dessa viagem nos lembram quais meios-ambientes extraordinários e diversificados nós estamos protegendo nesses espaços preciosos.

No total, 300 horas de vídeo e 60.000 fotos foram feitas ao longo dessa expedição. "Nossa varredura detalhada foi efetuada em montes anteriormente impactados pela pesca em profundidade, mas que estão sob proteção há mais de 20 anos", explica Alan Williams, pesquisador do CSIRO. "Apesar de não termos a prova de um restabelecimento das comunidades de corais, parece que algumas espécies de corais, crinoides e ouriços individuais estão se reinstalando."

De Freitas Agostinho
10 coisas que mostram porque a Austrália é um dos países mais perigosos do mundo

10 coisas que mostram porque a Austrália é um dos países mais perigosos do mundo


Sem Internet
Verifique suas configurações