Os melhores exercícios para trabalhar o peito

Os melhores exercícios para trabalhar o peito

Você sonha em ter um belo peitoral para exibir no verão, mas não sabe como fazer para tê-lo? Descubra os melhores conselhos para ter um peito de aço.

Supino reto

Para ganhar um belo peitoral, o supino reto é provavelmente o exercício mais apto. Esse exercício consiste em se deitar num banco com os pés no chão, um de cada lado do banco. Em seguida, você pega a barra. A distância entre as mãos deve ser superior à dos ombros. Você deve então descer a barra para o peito, inspirando, depois levantar s barra, expirando. Para ter resultados visíveis, convém fazer séries de oito a doze repetições, com pesos que cheguem entre 65 a 75% da sua carga máxima. Note que existem várias variantes, como supino inclinado, que possibilita trabalhar a parte superior do peito e a parte inferior do peito.

Leia também
O método infalível de reconhecer peitos com silicone

Desenvolvimento sentado

O desenvolvimento sentado é também um exercício muito eficaz para fortalecer a parte superior do corpo, especialmente o peito. Diferentemente do supino, o desenvolvimento sentado não precisa nem de peso nem de halteres, o que o torna muito menos perigoso e possibilita chegar a performances aperfeiçoadas. Para efetuá-lo, você deve sentar no acento da máquina, com as costas retas encostadas no encosto. Depois, você deve empurrar as hastes do aparelho com as mãos até que seus braços fiquem estendidos no máximo, sem que as costas saiam do encosto do aparelho. Convém manter os braços estendidos ao máximo pelo menos um segundo antes de relaxar progressivamente o punho. O exercício é feito em séries.

Borboleta

O borboleta consistem em trabalhar o peito no meio de um banco multifuncional. Para isso, é preciso sentar, e levar um cotovelo contra o outro fazendo trabalhar exclusivamente o peitoral. Note que esse exercício borboleta pode também ser praticado deitado, no meio dos halteres.

Flexões

As flexões não são só eficazes para o tríceps, mas também para o peitoral. Este exercício consiste em levantar o peso do próprio corpo usando os braços e peito. Ele exige que você fique deitado de bruços, os braços esticados no chão, as mãos estendidas na largura dos ombros e as pernas unidas ou ligeiramente afastadas. Você deve, então, dobrar os braços e abaixar o tronco até que a caixa torácica toque o chão, depois, volte a forçar os braços, tendo o cuidado de manter o corpo reto da cabeça aos pés. Também é necessário pensar em inspirar na descida e expirar na subida.

• Pedro Souza