Cinco testes para saber se seu peito está fraco

Cinco testes para saber se seu peito está fraco

Você acha que tem peitos sólidos e fortes? Basta verificar com esses cinco testes apresentados por Jeff Cavaliere.

Com muito treino, a gente fica mais forte, mais musculoso e com uma saúde melhor. Mas há às vezes alguns detalhes na nossa rotina que a gente não percebe. Quanto ao peito, por exemplo, talvez você não seja tão forte assim quanto você pensa. A prova vem com esses cinco testes.

1- Seus ombros passam seu peito

O supino reto é um exercício composto e poliarticular. Isso quer dizer que ele solicita o esforço de vários músculos e de várias articulações para ser perfeitamente executado. Esse exercício é principalmente utilizado para o peito, mas ele também recruta os tríceps e os ombros. Estes últimos são de grande utilidade para começar o movimento, mas em seguida fica a cargo do peito de aguentar o peso. Caso contrário, seus ombros vão se arredondar e ficar por cima do seu peito. O que prova que você não tem força o suficiente para levantar o peso.

2- Você tem mais dificuldade com o supino reto do que com o desenvolvimento de ombros

O desenvolvimento de ombros é um excelente exercício para fortalecer os ombros. Mas em referência ao ponto anterior, se os ombros estiverem fortes demais em relação ao peito, isso vai ficar evidente. O exemplo é simples. Se você chegar a levantar seu peso no desenvolvimento de ombros, e penar para fazer o supino, é porque seu peito está, mais uma vez, fraco demais.

3- Você fica travado no meio do exercício

Leia também
As terríveis consequências de quem injeta Synthol para ter braços musculosos

Seja quando estiver fazendo flexões ou supino, há uma forma simples de se dar conta da sua fraqueza. Faça uma repetição e se você sentir mais dificuldade no meio do movimento é porque seu peito não está fazendo o trabalho corretamente, pois ele não consegue. Assim, é melhor retrabalhar o movimento corretamente e diminuir o peso.

4- Você não chega a concluir 25 flexões

Jeff Cavaliere propõe um teste simples para saber se você tem um peitoral sólido. Basta fazer 25 flexões, mas não é de qualquer jeito. A cada 5 repetições, mantenha a posição da metade do movimento por 5 segundos. Se você passar no teste, está tudo bem. Senão é porque você não tem resistência o suficiente.

5- Você faz mais dips com as costas eretas do que com as costas curvadas

Este caso é parecido, um teste simples para saber se não são os seus tríceps que estão compensando sua fraqueza peitoral. Se você faz mais dips com as costas eretas do que curvado, é porque seus tríceps estão mais fortes que o seu peito. As dips com as costas curvadas possibilitam exigir mais do peito. Esse exercício é excelente para terminar um dia de treino.

De Freitas Agostinho
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações