A companhia aérea Easyjet processa Netflix

A companhia aérea Easyjet processa Netflix

A EasyGroup, a empresa por trás da companhia aérea EasyJet, está processar a Netflix por causa de sua série de comédia "Easy", alegando que o uso do nome viola suas marcas europeias.

"Easy" é uma série de antologia, escrita e dirigida por Joe Swanberg. De acordo com a Netflix, "Easy" explora diversos personagens de Chicago enquanto eles se atrapalham no moderno labirinto de amor, sexo, tecnologia e cultura. A série apresenta estrelas, incluindo Orlando Bloom, Malin Akerman, Gugu Mbatha-Raw, Jake Johnson e Emily Ratajkowski.

Num comunicado enviado à CNBC, o fundador do EasyGroup, Sir Stelios Haji-Ioannou, chamou a Netflix de "arrogante" e alegou que a empresa não tinha verificado os direitos legais do nome fora dos EUA.

"Quando Joe Swanberg inventou o nome 'Easy' para sua nova série de TV há alguns anos, eles deviam ter consultado os seus advogados europeus antes de usá-lo. Nós possuímos o registo da marca europeia com a palavra 'easy' e mais de outras 1 000 com o prefixo Easy e não podemos permitir agora que as pessoas o usem como um nome de marca e muito menos quando usam praticamente as nossas cores e fontes. "

O EasyGroup protege intensamente o seu nome e marcas. A empresa tem uma seção de "ladrões de marca" no seu site que fornece detalhes sobre casos judiciais relacionados a suas marcas registradas.

A terceira e última série de "Easy" será lançada no próximo ano. "Pelo menos estou satisfeito que a Netflix tenha dito que eles vão parar na terceira temporada de qualquer maneira. No entanto, temos que os impedir de promover a série mais antiga da Europa para streaming online", acrescentou Haji-Ioannou.

Leia também
Com 1,80 metros de quadril, essa garota tem um dos maiores bumbuns do mundo

O EasyGroup é conhecido por proteger ferozmente seu nome, e uma seção de "ladrões de marca" em seu site detalha casos judiciais e palavras que ele registou como "EzyBusiness". O grupo é um veículo de investimento que licencia vários nomes para empresas como EasyGym e EasyCar, assim como a EasyJet, que foi lançada na Bolsa de Valores de Londres em 2000. A família Haji-Ioannou possui cerca de um terço da companhia aérea e recebe royalties com base no volume de negócios.

A Netflix ainda não respondeu a estas demandas judiciais, mas disse ao The Sunday Times que "os telespectadores podem dizer a diferença entre um programa que assistem e um avião em que voam". 

De Freitas Agostinho
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações