Terremoto na Califórnia: o terremoto deixou uma cicatriz visível do espaço

Terremoto na Califórnia: o terremoto deixou uma cicatriz visível do espaço

O chão da Califórnia tremeu bastante no dia 6 de Julho. Um terremoto de magnitude 7,1 ocorreu no meio do deserto de Mojave, perto da cidade de Ridgecrest, e causou uma fenda tão significativa que é visível do espaço

Um terremoto dessa magnitude sempre deixa sua marca, e o que abalou a cidade de Ridgecrest no último dia 6 de julho não foi exceção. Depois de um terremoto de magnitude de 6,6 na escala Richter em 4 de julho, a região foi severamente abalada por um terremoto dois dias depois. Potência do segundo tremor: 7,1 na escala Richter.

Milagrosamente, nenhuma perda humana foi confirmada. No entanto, nesta área, a superfície do nosso planeta nunca mais será a mesma. O terremoto deixou uma grande falha, tão grande que pode ser vista do céu. Você pode descobrí-la no vídeo acima.

As premissas do "Big One"?

Por enquanto, ainda não se sabe se este terremoto foi causado pela falha de San Andreas. Localizada exatamente abaixo de São Francisco e Los Angeles, esta falha segue a linha de encontro entre duas placas tectônicas e, como resultado, causa terremotos regulares na região.

Embora os habitantes estejam acostumados e preparados para este tipo de catástrofe eles ainda vivem um constante medo: do "Big One", um terremoto de tal magnitude que seria capaz de devastar todo o estado da Califórnia.

Leia também
Quando tubarões atacam o submarino de uma equipe da BBC

De acordo com as autoridades locais, foi a primeira vez em 20 anos que um terremoto provocou tremores tão fortes. Por isso, muitos passaram a vê-lo como o início do famoso "Big One". Estudos sismológicos estão sendo realizados para determinar a natureza deste grande terramoto.

De Freitas Agostinho
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações