Essa imensa gruta descoberta no Canadá nunca tinha sido vista pelo homem

Essa imensa gruta descoberta no Canadá nunca tinha sido vista pelo homem

Uma gruta descoberta no Canadá causou a comoção dos pesquisadores. Apesar do tamanho imenso, ela nunca teria sido vista pelo homem antes.

Uma imensa gruta aberta acaba de ser descoberta na base de uma montanha, em um dos recantos mais isolados do Canadá. Chamada de Poços do Sarlacc - em referência à moradia da lendária criatura que teria devorado Boba Fett em "Star Wars, episódio VI"- essa gruta pode ter sido descoberta pela primeira vez pelos seres humanos.

Gruta monstruosa

Dissimulada no parque provincial Well Gray, na província de Colúmbia-Britânica, o Poços de Sarlacc é tão impressionante que até confunde os exploradores. "Minha primeira reação foi me dizer que não era possível que houvesse uma gruta lá embaixo", conta a geocientista Catherine Hickson, líder da missão de exploração. "Ela é enorme. Ela é gigantesca. Quando você a vê pela primeira vez, você perde o ar porque é um imenso buraco no chão."

A gruta (que ainda espera um nome oficial) foi revelada em abril, ao longo de um sobrevoo de helicóptero enviado para contar alces. Uma descoberta bastante fortuita que fez com que os pesquisadores ficassem muito entusiasmados. "[Ela] tem muitos traços que, combinados, indicam uma gruta de importância nacional. [Ela constitui] uma grande descoberta no Canadá do Oeste e promete abrir um novo capítulo capital na exploração das grutas canadenses", ressaltam os pesquisadores.

Leia também
Quando tubarões atacam o submarino de uma equipe da BBC

"Eu visitei algumas das maiores grutas do mundo, e essa aqui tem uma entrada realmente imensa... e não falo em relação aos padrões canadenses!", comenta o espeleologo John Pollack. "Quando você vai para a borda e observa em linha reta, sua linha de visão se estende por cerca de 183 metros."

Nos radares

É surpreendente constatar que essa monstruosa gruta, que mede 100 metros de comprimento e 60 metros de largura (na superfície), tem até agora escapado de toda e qualquer detecção. De acordo com Hickson, há 20 ou 50 anos, a gruta teria ficado repleta de neve ao longo do ano, o que a tornou indetectável.

Nessa base, levando em conta o isolamento do lugar como a ausência de informações que mostram a sua inexistência na literatura, pesquisadores acham que ela pode mesmo ter sido descoberta agora pela primeira vez pelo homem. "Mesmo nos dias de hoje, quando achamos saber tudo e ter explorado tudo, ainda podemos ficar surpresos", conclui Hickson.

De Freitas Agostinho
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações