O consumo de suplementos ilegais provoca a morte de vários bodybuilders

O consumo de suplementos ilegais provoca a morte de vários bodybuilders

Na Austrália e na Nova Zelândia, casos de falecimento foram registrado em homens praticantes de musculação. A causa de suas mortes estaria ligada ao consumo pré-workout de suplementos que continham alguns ingredientes nocivos à saúde, como o DMAA.

O DMAA é um estimulante que se toma antes do treino, que possibilita ganhar energia durante o exercício. Ingerir uma dose do produto equivale a tomar oito xícaras de café, o que seria a razão principal de algumas mortes.

O toxicólogo Andrew Leibie afirma que o DMAA é responsável por alguns desses acidentes. "Nós vimos jovens rapazes, em forma e musculosos, morrerem de crises cardíacas associadas a esse produto. Então, trata-se de um produto muito perigoso".

Leia também
Bruce Lee: a verdade sobre sua morte misteriosa aos 32 anos

No entanto, o fenômeno tem crescido, apesar da proibição do produto na Austrália. Alguns produtores não revelam a presença da substância nos compostos dos seus produtos.

Além do mais, um simples pedido pela internet possibilita o acesso ao DMAA, pois não é um produto ilegal em todos os países do mundo.

Os produtores afirmam que as mortes estão ligadas a um consumo muito alto de DMAA da parte dos usuários.

De Freitas Agostinho
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações