6 mitos completamente falsos sobre a musculação

6 mitos completamente falsos sobre a musculação

Não escute sempre o que te dizem na academia.

A musculação é feita de lendas, como Ronnie Coleman ou Arnold Shwarzenegger e Frank Zane. Mas esse esporte é também, apesar de tudo, repleto de mitos e de ideias completamente falsas que se espalham por aí. É hora de esclarecer certas coisas de uma vez por todas.

#1 - Se você não ficar mais forte, você não vai ficar mais musculoso

Essa é das boas. Claro que é importante trabalhar a força regularmente para se aperfeiçoar. Mas levantar peso pesado não é a única forma para ter hipertrofia. Para ficar mais musculoso não tem segredo, o treino tem que ser variado, tanto falando dos ângulos quanto dos exercícios, pesos utilizados, tempos de descanso e até ritmo. Podemos, inclusive e no entanto, progredir sem ter que mudar o peso. Apesar disso, o segredo do sucesso é a variedade.

#2 - Desenvolvimento na polia e extensão de pernas dão estrias

Essa aqui é uma besteira completa. Nenhum exercício, seja com polia, com peso do corpo ou com halteres é capaz de fazer aparecer estrias musculares. Tudo está na genética e na boa estrutura do corpo, dos músculos. Em outras palavras, os exercícios não têm esse poder sobre você. Podemos tentar isolar algumas fibras musculares com exercícios de isolamento, mas nenhum consegue ter uma incidência direta no fato de ter estrias ou não.

#3 - Pesos pesados em séries curtas para massa e o inverso para definir os músculos

Errou. Errou. Errou rude. Se fosse simples assim, todo mundo faria. Trabalhar com pesos pesados vai trabalhar sua força quando trabalhar com pesos leves vai melhorar sua resistência. Para ganhar massa é fundamental variar os pesos, entre leves, médios e pesados, sempre alternando os ritmos e os ângulos, claro. Quanto a quem quer ter músculos bem delineados, isso é proporcional à sua taxa de gordura corporal, bem como está ligado à sua genética (aquele jogo sujo da seleção natural).

#4 - Utilisar mais a resistência que o peso do corpo é melhor para um corpo mais fino

Não. Podemos muito bem utilizar o trabalho de resistência com pesos e o peso do corpo para fortalecer o abdome, sem que a nossa barriga fique totalmente inchada. Tente tratar seus abdominais da mesma forma que os outros músculos, com cargas e séries de entre 10 a 12 repetições, em vez de 20 a 30 repetições com o peso do corpo. O resultado será visível.

#5 - Supino reto prejudica o peito

Leia também
Arnold Schwarzenegger critica os bodybuilders da nova geração

Completo não. Utilizar o supino para trabalhar o peito não é a origem de rupturas e fraturas musculares ou de problemas de ombro geralmente observados. É a sua sobreutilização que é perigosa para o corpo, bem como uma técnica equivocada, claro. Sim, podemos encontrar com frequência o supino reto sendo feito de forma muito exagerada, sem cogitar nem o powerlift nem os strongmans. Não se pode abusar do exercício. Pratique-o regularmente, e, por favor, domine a técnica antes de aumentar a carga.

#6 - Você não ficará com pernas musculosas se você não fizer agachamento

Last but not least. Fechamos com chave de ouro com essa bela mentira que saiu não se sabe de onde. Falamos aqui do agachamento com barra, um dos exercícios mais conhecidos e sobretudo mais eficazes para fortalecer as pernas. mas não fazê-lo não significa que você nunca terá coxas musculosas. Outras variações de agachamento, o leg-press e até a flexão e extensão de pernas são exercícios tão bons quanto para conseguir quadríceps absurdos. No entanto, nós aconselhamos de toda forma fazer agachamento com barra, pois ele é mesmo um ótimo exercício.

De Freitas Agostinho
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações