Tragédia em Moçambique: centenas de mortos após passagem do ciclone

Tragédia em Moçambique: centenas de mortos após passagem do ciclone

O ciclone Idai que atingiu Moçambique é considerado a maior catástrofe natural que já atingiu o hemisfério Sul.

O ciclone que atingiu Moçambique na última segunda-feira dia 01 de abril, já fez milhares de vítimas e o cenário pode ficar ainda pior, segundo a UNICEF. 

Com fortes chuvas e ventos de até 170 km/h, um fenômeno assustador, o ciclone atingiu Beira, a quarta maior cidade de Moçambique, deixando muitos estragos pelo seu caminho. Entre as vítimas, muitos adultos, mas também cerca de 260 mil crianças. 

A destruição de infraestruturas de água e saneamento aumentam o risco de doenças relacionadas com a falta de acesso a água potável, como a cólera.

Leia também
Quando tubarões atacam o submarino de uma equipe da BBC

As cenas do desastre são chocantes e comoveram o mundo inteiro: bairros alagados, falta de energia, escolas e unidades de saúde destruídas, pessoas carentes que já não possuíam muito e que agora perderam tudo, além de muitas mortes. Inclusive, cadáveres de pessoas que foram arrastadas estão sendo resgatados da beira do mar, os corpos voltaram à terra firme 7 dias após a tragédia.

Assista no vídeo acima as imagens chocantes de Moçambique após a passagem do ciclone Idai. 

(Fonte: Aviva7) 

Gouvea Aline
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações