Bellator: Macfarlane acerta uma das cotoveladas mais violentas já vistas e abre o crânio de Arteaga

Bellator: Macfarlane acerta uma das cotoveladas mais violentas já vistas e abre o crânio de Arteaga

O Bellator 220 trouxe uma cena de fim de luta particularmente terrível para Veta Arteaga em combate contra a campeã da categoria Ilima-Lei Macfarlane. Uma cotovelada de rara violência.

No MMA, as cotoveladas são provavelmente a arma mais letal que há quando perfeitamente encaixados. Lembramos bem do nocaute absurdo que Matt Brown aplicou em Diego Sanchez há alguns anos no UFC, ou ainda a abertura chocante provocada pela cotovelada de Gaston Bolaños no Muay Thai. No solo, essas cotoveladas no ground and pound provocam com frequência cortes assustadores, como aconteceu durante a vitória de Gunnar Nelson contra Alex Oliveira no final de 2018.

Luta interrompida devido ao ferimento

Leia também
A namorada de Luke Rockhold acaba com Sylvester Stallone

O co-main event do Bellator 220 entre a campeã do peso mosca Ilima-Lei Macfarlane e sua desafiante Veta Arteaga confirmou mais uma vez a eficácia de seus golpes com o cotovelo no solo. Quando a campeã entrou numa posição vantajosa no solo durante o terceiro round, ela conseguiu acertar sua adversária bem na testa no ângulo com o cotovelo. O barulho é chocante e o jato de sangue, imediato, também colabora para isso.

Com o rosto sangrando, Artaega levanta, mas recebe prontamente atendimento médico assim que o árbitro Jason Herzog para o combate. O veredito é claro e dito em bom som: o corte é tão profundo que a luta é parada, Macfarlane mantém assim seu cinturão por TKO. "Quando eu acertei com meu cotovelo, escutei... Realmente, o barulho dava a impressão de que um osso tinha quebrado. Mas eu nem vi que ela estava sangrando até que a gente levantasse e eu visse mesmo o sangue cair", comentou a campeã depois da luta.

De Freitas Agostinho
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações