Fique a conhecer os 7 países que estão a perder os seus milionários
Fique a conhecer os 7 países que estão a perder os seus milionários
Fique a conhecer os 7 países que estão a perder os seus milionários
Leia mais

Fique a conhecer os 7 países que estão a perder os seus milionários

A crise mundial de 2008 deixou grandes marcas na economia global. A distribuição de riqueza também mudou. Vamos ver os 7 países que mais perdem os seus ricos e milionários.

China – menos 10000 milionários

As pesquisas indicam que a maioria dos milionários chineses deseja morar no estrangeiro. Eles citam razões que incluem restrições à liberdade pessoal em casa, falta de bons cargos de administração sénior e preocupações com os níveis de poluição do ar no país.

Índia - menos 7000 milionários

Uma grande parte dos milionários deixou a Índia nos últimos 14 anos, com 6000 a “fugir” do país em 2016, e outros 7000 a sair em 2017. Um sistema de tributação aleatório e imprevisível, no qual as exigências de pagamento imediato são emitidas aleatoriamente, é uma das as principais razões pelas quais os milionários citam a saída.

Turquia – menos 6000 milionários

Pelo segundo ano consecutivo, um total de 6000 milionários afastaram-se da Turquia, elevando o número para 12000 no espaço de dois anos. Especialistas situam o êxodo de moradores ricos devido aos problemas políticos, económicos e de segurança que assolam o país, que pioraram ultimamente.

Reino Unido - menos 4000 milionários

A maré virou no Reino Unido. Nos últimos 30 anos, o Reino Unido tem sido o alvo preferido de indivíduos de alta renda, mas em 2017 viram pela primeira vez um grande número de ricos a dizer adeus. Com 5000 saídas e 1000 entradas no país, o Reino Unido teve uma saída líquida de 4000 milionários e bilionários.

França – menos 4000 milionários

Milionários deixaram a França em massa há alguns anos e, em 2016, um agrupamento de 12000 saíram. O êxodo diminuiu um pouco em 2017, com 4000 a fazer a mudança.

Rússia - 3000 milionários a menos

Em 2017, 3000 indivíduos russos de alta renda fugiram do país, os Russos procuraram novas moradas sendo os Estados Unidos, Chipre, Reino Unido, Portugal e Caribe os preferidos.

Brasil - 2 mil milionários a menos

O Brasil ainda sofre os efeitos posteriores de vários escândalos políticos. No ano passado, 2000 indivíduos de alta renda fugiram do maior país da América do Sul e da América Latina. Uma combinação tóxica de caos político, corrupção de alto nível e uma economia com desempenho insatisfatório levou a um grande dreno de riqueza no Brasil.

Escrito por De Freitas Agostinho
Última modificação

Sem Internet
Verifique suas configurações