Lipase: definição, papel, como analisar os resultados?
Lipase: definição, papel, como analisar os resultados?

Lipase: definição, papel, como analisar os resultados?

Escrito por Danielle Pereira

Secretada pelo pâncreas, a lipase é uma das enzimas essenciais do processo digestivo. Seu exame de sangue, chamado lipasemia, permite ao médico avaliar a função da pancreatite e / ou controlar a eficácia de um tratamento.

O que é lipase?

Produzida principalmente pelo pâncreas, a lipase é uma glicoproteína cuja principal missão é hidrolisar os ácidos graxos de cadeia longa, isso é, romper as ligações que os unem pela ação das moléculas de água. Contribui assim para a transformação de triglicérides em glicerol ou ácidos gordos. Isso é chamado lipólise.

Em outras palavras, a lipase participa na digestão de certas gorduras. A lipase gástrica, por sua vez, desempenha um papel importante no processo de digestão do recém-nascido, cuja dieta é particularmente rica em lipídios (leite).

O exame de lipase

Em geral, o médico recomenda a avaliação da lipase em um paciente com sinais clínicos de insuficiência pancreática (dor abdominal, perda de apetite, náusea, febre...). De fato, o exame sanguíneo, realizado por meio de teste de sangue simples (jejum), contribui para o diagnóstico de pancreatite ou qualquer ataque que possa afetar o funcionamento normal do pâncreas.

O exame também é recomendado para monitorar um tratamento em andamento. Geralmente, a lipasemia está associada à amilose (medida dos níveis de amilase). Esta enzima digestiva permite a digestão de açúcares. Os valores normais de lipasemia variam de acordo com o reagente utilizado. No entanto, o nível de lipase é considerado não patológico quando é inferior a 160 UI / l (unidades por litro).

Níveis de lipase muito baixos: o que isso significa?

A hipolipassemia, a diminuição dos níveis de lipase no sangue, é por vezes observada no primeiro mês de gravidez. Mas essa flutuação descendente pode ser patológica e revelar diabetes ou tuberculose, enquanto uma diminuição maciça na concentração pode indicar um dano irreversível às células pancreáticas responsáveis pela produção de lipase.

Níveis de lipase muito altos: o que isso significa?

Uma alta concentração de lipase, ou hiperlipasemia, torna possível detectar um ataque do pâncreas. Quando o limite de normalidade é excedido de 4 a 10 vezes, há suspeitada de pancreatite aguda.

Mas um aumento na lipase também pode ser induzido por pancreatite crônica, obstrução do ducto pancreático (litíase), doença do ducto biliar, câncer pancreático, insuficiência hepática, infarto mesentérico, úlcera pancreática perfurada, colite ulcerativa... Diante das possíveis causas, exames complementares terão que ser realizados para refinar o diagnóstico.


En plus
Sem Internet
Verifique suas configurações