Homem tenta acariciar um leão e uma tragédia acontece
Homem tenta acariciar um leão e uma tragédia acontece
Leia mais

Homem tenta acariciar um leão e uma tragédia acontece

Um homem foi gravemente ferido por um leão, por causa de um comportamento totalmente imprudente por sua parte. Esse caso prova mais uma vez a grande ingenuidade do ser humano frente a animais selvagens!

Por mais que eles fiquem atrás de grades, sejam afetuosos e brincalhões, os animais selvagens sempre serão animais selvagens: guepardo, leão ou um jaguar não vão pensar duas vezes para te devorar se nós nos aproximarmos! Isso nos parece evidente, mas certas pessoas têm dificuldade de entender...

É por isso que um homem foi parar no hospital depois de um grave acidente. Pieter Nortje, um sul-africano de 55 anos, habitante de Bloemfontein, estava muito certo de si quando foi visitar o zoológico Tikwe River Lodge. Essa pequena viagem na companhia de sua esposa para comemorar os dez anos de casados acabou, todavia, muito mal.

Que gracinha, o leão...

Quando eles estavam em frente à jaula dos leões, o homem teve a péssima ideia de querer fazer carinho em um leão. O animal, fiel à sua natureza, não viu nele nada além de um pedaço de carne humana fresca à sua disposição e o que tinha que acontecer aconteceu... O incidente foi filmado e foi transmitido pelos canais de televisão.

O homem ficou evidentemente gravemente ferido uma vez que a forte mandíbula do leão conseguiu encontrar o osso de seu braço. Levado imediatamente para um hospital, Pieter Nortje recebeu cuidados, mas seu caso é muito sério.

Um animal selvagem sempre será selvagem!

Parece que para algumas pessoas é muito difícil de entender um fato simples: acostumados ou não com humanos, um predador continua sendo um predador. Assim, um homem que possuía dois leões na República Tcheca há muitos anos foi devorado por eles há alguns meses. Outro comportamento estúpido: uma mulher foi ferida por um jaguar, pois ela passou da barreira de segurança de um zoológico... para tirar uma selfie com o animal.

Escrito por De Freitas Agostinho

Sem Internet
Verifique suas configurações