Johnny Depp nega ter abusado de ex-mulher e afirma que ela forjou os hematomas com maquilagem

Johnny Depp nega ter abusado de ex-mulher e afirma que ela forjou os hematomas com maquilagem

Johnny Depp, em meio a processo de 200 milhões de reais, nega todas as acusações da ex-mulher Amber Heard, que o acusa de abuso, e afirma agora que ela teria forjado os hematomas com maquiagem.

Johnny Depp falou hoje (20) pela primeira vez com suas próprias palavras sobre as alegações de abuso conferidas contra ele por sua ex-mulher, Amber Heard, dizendo “As alegações de violência doméstica que a senhora Heard fez contra mim são categórica e comprovadamente falsas”, disse o ator.

De acordo com o júri e com os documentos recolhidos até agora, Johnny Depp, segundo a rede de notícias The Blast, iniciou um processo legal de difamação contra Heard sob pena de 50 milhões de dólares, equivalente a 200 milhões de reais.

“Eu neguei as alegações de Heard com veemência desde a primeira vez que ela as fez em maio de 2016”, primeira data em que o relacionamento dos dois já desandava nesse sentido, comentou o ator.

O galã da Disney começou então a dar explicações “quando ela foi até o júri para obter uma ordem de restrição temporária ela já estava com hematomas feitos de maquilagem, bem como as câmeras de segurança e as testemunhas podem provar, já que ela não tinha nada disso nos dias anteriores”, acusou. “Vou continuar negando para o resto da minha vida. Eu nunca abusei de Heard ou de nenhuma outra mulher”, jurou e concluiu.

As denúncias contra Johnny Depp são várias e partem de mais de uma mulher, contando até com vídeos publicados no Youtube que teriam flagrado as agressões proferidas contras as mulheres com quem já se relacionou.

Entretanto, Depp que prosseguir com os processos, nas palavras dele, “não só para limpar o meu nome e restaurar a minha reputação, como também para trazer clareza às mulheres e homem cujas vidas foram manchadas pelo abuso e sobre as quais a senhorita Heard vem mentindo repetidamente se fazendo passar por quem ela não é”, concluiu.

Diante do questionamento em entrevista sobre o que o teria feito abrir um novo processo, o ator do pirata mais famoso do cinema atual explicou “o surgimento de novas evidências que não estavam sob o meu poder anteriormente foi o que me motivou sobretudo a abrir um novo requerimento”, explicou.

Depp não poupou, em nenhum momento, a moral e as atitudes de Heard contra ele, que são, de acordo com o que declarou, “mentiras internamente inconsistentes, que se alteram e se contradizem diretamente diante de provas fotográficas, auditivas, videográficas entre outras”. 

A atriz de Aquaman e d’A Liga da Justiça já deu testemunhos em prantos sobre o ocorrido e ela afirma que Depp a segurou pelo cabelo enquanto ele lhe batia brutalmente. Ela admitiu ainda que revidou no ator, mas diante da tentativa de saltar a vida de sua irmã.

Leia também
Com 1,80 metros de quadril, essa garota tem um dos maiores bumbuns do mundo

Do lado de Amber, seu advogado, Eric George, deu sua declaração à The Blast, contradizendo tudo o que Depp havia confirmado repetidamente, “As evidências desse caso são claras: Johnny Depp agrediu repetidamente Amber Heard”, declarou e continuou “as tentativas desesperadas do senhor Depp e de seus defensores de ressuscitar sua carreira dando início a litigações infundadas contra tantas pessoas acabam se voltando contra ele mesmo”, continuou.

A polêmica sobre Johnny Depp está de volta e é palavra contra palavra. O que você acha que aconteceu?

Andressa Zabeu
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações