A brincadeira de mau gosto dessa empresa com seus funcionários dá a volta ao mundo
A brincadeira de mau gosto dessa empresa com seus funcionários dá a volta ao mundo
A brincadeira de mau gosto dessa empresa com seus funcionários dá a volta ao mundo
Leia mais

A brincadeira de mau gosto dessa empresa com seus funcionários dá a volta ao mundo

Para impedir as pessoas de correrem nesse corredor, os proprietários desse estabelecimento tiveram uma ideia genial.

Eles criaram uma ilusão de ótica no piso para parecer que o chão não é reto. Apostamos que os funcionários não vão mais querer correr após essa ilusão de ótica inquietante.

Gentside sempre tenta te atualizar das mágicas que a nossa mente nos prega. Nem sempre o cérebro tem certeza do que está vendo, né?

Como funciona a ilusão de ótica?

Muitas pessoas já viram e foram enganadas por alguma ilusão de ótica, mas você sabe como isso funciona?

Mesmo Aristóteles, ainda na Grécia antiga, apontou sobre a facilidade com que a mente pode ser enganada pelo que vê.

Ele observou que quando se olhava para uma cachoeira e depois deslocava o olhar para rochas estáticas, parecia que as rochas estavam se movendo na direção oposta ao fluxo de água.

Nós ainda não compreendemos completamente o que acontece nos nossos cérebros quando vemos diferentes ilusões de ótica. Porém, desde o século 19, cientistas e artistas têm aprendido mais sobre esta relação entre a realidade e a percepção.

Ilusões nos enganam por vários motivos

Objetos adjacentes podem influenciar a forma como você vê as coisas. Ou diferentes perspectivas pode mudar sua visão sobre um objeto.

Às vezes, ilusões funcionam devido a deficiências na anatomia normal de nossos olhos.

Mas se você pensou que a visão tinha apenas a ver com seus olhos, você está enganado

As informações sobre a luz que entram no olho viajam através do nervo óptico, e depois são interpretadas pelo cérebro.

O cérebro é responsável por tirar dados brutos sobre os comprimentos de onda da luz e desvendar os padrões, usando a memória para dar sentido às imagens que o cérebro finalmente "vê".

Nossos olhos transmitem uma enorme quantidade de informações ao cérebro, e requer muito poder cerebral para processar tudo.

Para facilitar o trabalho, o cérebro criou atalhos para entender o que está vendo, fazendo suposições sobre algo em vez de realmente ver como essa coisa é. Isso faz com que vejamos as coisas incorretamente.

As sombras, a perspectiva e a cor são algumas das pistas que o cérebro usa para tomar decisões sobre o que está olhando.

Escrito por Pedro Souza
Última modificação

Sem Internet
Verifique suas configurações