Turistas matam um raro golfinho filhote ao quererem tirar fotos com ele

Turistas matam um raro golfinho filhote ao quererem tirar fotos com ele

Um jovem golfinho-do-rio-da-prata morreu na praia de Santa Teresita, na Argentina. 

Um filhote de golfinho morreu após ser retirado da água para realizar diversas selfies com turistas na praia de Santa Teresita, na Argentina. O incidente ocorreu alguns dias depois que dois golfinhos foram retirados do mar para fazer as fotos. Um deles não resistiu e morreu de desidratação, segundo denunciou a fundação Vida Silvestre.

Leia também
Um golfinho imortalizado por se divertir com... um polvo

As imagens se espalharam pelas redes sociais, causando a indignação de centenas de usuários. Nas fotos, é possível ver os banhistas carregando os golfinhos e, mais tarde, um deles morto sobre a areia.

A Vida Silvestre afirma em um comunicado que se trata de uma espécie muito frágil – conhecida como toninha, franciscana ou golfinho-do-rio-da-prata. “A ocasião serve para informar à população sobre a necessidade urgente de devolver esses golfinhos ao mar se os encontrarem na orla”, diz a organização.

A toninha é um dos menores golfinhos do mundo, com comprimento que varia de 1,30 a 1,70 metro. É encontrada no Uruguai, Argentina e Brasil, entre os Estados do Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro. Segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN), trata-se de uma espécie em perigo de extinção.

A ONG Vida Silvestre pede aos pescadores que evitem capturar esse golfinho, que no ano passado teve entre 500 e 800 espécimes mortos em redes de pesca, o que acelerou o seu risco de extinção.

• Marcos Silva
Leia mais