Golfinhos surpreendem usando baleias de tobogã no Havaí

Golfinhos surpreendem usando baleias de tobogã no Havaí

Estranhas interações entre golfinhos e baleias-jubarte foram notados ao longo das praias do Havaí. Os golfinhos foram fotografados deitados na cabeça das baleias no que aparecia que estavam as fazendo de tobogãs. De acordo com Lori Mazucca, esse comportamento faria pensar em "um jogo para a baleia e um jogo social para o golfinho."

Golfinhos, criaturas sociáveis

Se nós conhecemos bem a atitude sociável dos golfinhos criados em cativeiro, ele não deixa de sê-lo em seu estado selvagem. Em se tratando de grandes golfinhos, cada indivíduo tem sua própria personalidade. Mais solitário ou mais sociável com o humano, cada um com a sua personalidade.

Em seu meio natural, as fêmeas podem até confiar seus filhotes a outras fêmeas do grupo para irem caçar. Seu caráter sociável ajudou o golfinho a se tornar popular com os humanos e contribuiu ao desenvolvimento dos delphinariums e a presença dos golfinhos nos zoológicos e nos parques de atrações.

Nunca sozinhos

O golfinho é um mamífero marinho que vive em grupo. Ele pode ficar junto de uma centena de congêneres. Eles são geralmente capturados em redes de pesca acidentalmente e morrerem afogados. A cada ano, 300 000 golfinhos ficam presos em redes, e não conseguem ir para a superfície. Os pescadores geralmente jogam a carcaça de volta para a água. Eles sofrem muito também com a poluição das águas. Eles podem morrer sufocados depois de engolir plástico. Alguns morrer também depois de colidirem com navios.

Os golfinhos são também ameaçados por ataques sonoros segundo a WWF Suiça, assim, os ruídos emitidos pelos barcos ou ainda perfurações petroleiras podem perturbar os golfinhos e lesionarem  definitivamente seus cérebros ou então fazerem-os perder o senso que impediria que eles encalhassem acidentalmente nas praias.

• Marcos Silva
Leia mais