As seleções com as maiores médias de idade da Copa América

As seleções com as maiores médias de idade da Copa América

Quais são as seleções com as maiores médias de idade da Copa América?

Os mais "velhinhos" da Copa América

Apesar de a idade com certeza proporcionar uma vasta experiência, no futebol ela pode ser uma grande inimiga. Claro que essa não é uma regra, e ainda existem jogadores com uma idade um pouco mais avançada que são verdadeiros goleadores do esporte. Quais são as seleções com a maior média de idade na Copa América?

O topo da lista é encabeçado pela seleção do Chile, que conta com uma média de idade de 28,6 anos, sendo a mais velha da competição. Logo depois vem a seleção do Paraguai com 27,6 anos na média de idade, seguida da Argentina por muito pouco: nossos hermanos contam com 27,4 anos em média.

Em quarto lugar está a equipe do Equador, com também 27,4 anos na média. O Brasil ocupa o quinto lugar no ranking, com 27,3 anos. O Japão, seleção convidada para disputar o torneio, tem a equipe mais jovem; o jogador mais jovem também é japonês e tem apenas 18 anos.

O técnico Tite convocou 14 jogadores que defenderam o Brasil  na Copa do Mundo da Rússia em 2018, o dobro do que ocorreu se comparado na entre o período da Copa do Mundo de 2014 e a Copa América de 2015.

Veja a lista completa do ranking:

1°: Chile – média de 28,6 anos

Mais velho: Beausejour, 35

Mais jovem: Urra, 22

2º: Paraguai – 27,6 anos

Mais velho: Óscar Cardozo, 36

Mais jovem: Arzamendia, 21

3º: Argentina – 27,4 anos

Mais velho: Armani, 32

Mais jovem: Foyth, 21

4º: Equador – 27,4 anos

(MV:34 Achillier) (MN:22 Méndez)

5: Brasil – 27,3 anos

Mais velho: Daniel Alves, 36

Mais jovem: Éder Militão, 21

6º: Peru – 27, 1 anos

Mais velho: Guerrero, 35

Mais joven: Pretell, 21

7º: Uruguai – 27

Mais velho: Martín Silva, 36

Mais jovem: Valverde, 20

8º: Colômbia – 26,7 anos

Mais velho: Falcao Garcia

Mais jovem: Lucumí, 20

9º: Bolívia – 26 anos

Mais velho: Lampe, 32

Mais jovem: Roberto Fernández, 19

10º: Venezuela – 25,7 anos

Mais velho: Seijas, 32

Mais jovem: Faríñez, 21

11º: Catar – 25,2 anos

Mais velho: Ismaili, 32

Mais jovem: Al-Rawi, 21

12: Japão, 22,3 anos

Mais velho: Kawashima, 36

Mais jovem: Kubo, 18

Um Brasil mais jovem?

O coordenador da Seleção Brasileira e ex-goleiro Gilmar Mendes concedeu uma entrevista a um programa de rádio na Rádio Jovem Pan e afirmou que a seleção podia ser um pouco mais jovem. Gilmar está a 3 anos afastado do futebol devido à sua aposentadoria e foi tetracampeão mundial com o Brasil na Copa do Mundo de 1994.

Leia também
Confira as quinze tatuagens mais inusitadas dos fanáticos por futebol

Segundo ele, está na hora de dar uma renovada nos jogadores brasileiros: “Sempre que vai disputar uma competição, o Brasil entra como favorito e com a obrigação de ganhar. Ponto. Sempre foi e sempre será assim. Mas isso não é nenhuma tragédia… Nós estamos em um momento de renovação. Para mim, inclusive, poderíamos ter jogado essa Copa América com um time mais jovem do que esse, porque o objetivo é o de preparar para as Eliminatórias e para Copa do Mundo”, afirmou. “Porém, como jogamos no Brasil e temos essa obrigação de ganhar, acredito que eles tenham buscado jogadores com mais experiência que, ao longo do tempo, vão deixar espaço para os mais jovens serem protagonistas”, acrescentou o coordenador.

Saiba mais detalhes no vídeo acima! 

(Fonte: Veja) 

De Freitas Agostinho
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações