12 segredos que os funcionários de funerárias não querem que se saiba

• Bruna Moura
Um funcionário revelou que, em uma visita a um lar de idosos para evacuar o corpo, ele pegou o corpo errado. O companheiro de quarto do morto dormia tranquilamente na cama ao lado. O homem começou a tossir na maca...
Uma funcionária já foi chamada na escola de seus filhos porque eles "estavam tendo conversas estranhas". "Onde estava escondido o corpo?", falavam as crianças que fingiam estar ao telefone. Provavelmente influenciados pela profissão da mãe!
Trotes entre colegas também são comuns nas funerárias. Fique esperto para que seu colega não se esconda em um caixão para assustá-lo!
Um funcionário já presenciou uma mulher rir durante o funeral de sua melhor amiga. A mulher explicou que, vendo um dos olhos de sua amiga semi-aberto, ela achou que a amiga estava piscando pra ela. E começou a rir compulsivamente.
É bem comum os funcionários não terem certeza se o corpo que está no caixão é o certo. Na dúvida, uma pessoa próxima deve identificar o falecido antes de fechar o caixão.

Profissionais que lidam com a morte revelaram os segredos mais "bizarros" sobre suas profissões.