Epic Games, de Fortnite, é processada por roubar dancinhas famosas

Epic Games, de Fortnite, é processada por roubar dancinhas famosas

Produtora está sendo acusada de roubar as famosas danças incluídas no game.

Roubo de propriedade intelectual?  

O mega sucesso Fortnite além de ter tomado proporções gigantescas, também está sempre envolvido em alguma polêmica. O game é conhecido por conter diversas referências à chamada cultura pop, e esse é um dos motivos que a produtora costuma ser processada judicialmente. Recentemente, o ator Alfonso Ribeiro, que interpretava o personagem Carlton Banks na mundialmente conhecida série "Um Maluco no Pedaço", processou a Epic Games alegando que a empresa copiou a dança do personagem, que é sua marca registrada. No game, a dancinha aparece como um emote, ou seja, uma série de gestos que os personagens performam durante as partidas. A "dança do Carlton" é um item que só pode ser adquirido com dinheiro de verdade.

Leia também
Fortnite seria responsável por um número recorde de divórcios em 2018

Em entrevista ao canal de notícias TMZ, Ribeiro diz que a produtora roubou sua dança, que foi criada nos anos 90, enquanto que os emotes no jogo foram lançados apenas em 2018. E tem mais: o nome da dança dentro do game chama-se "Fresh", em referência ao título em inglês da série "The Fresh Prince of Bel-Air". O advogado de Alfonso também se pronunciou, afirmando que foi uma péssima atitude copiar a dança do personagem sem nem mesmo consultar o ator. “A Epic teve lucros recordes com conteúdos para download no jogo. No entanto, a Epic não conseguiu compensar ou nem mesmo pedir permissão a Ribeiro para usar sua imagem e propriedade intelectual icônica", disse o advogado de Alfonso, David Hecht. Segundo ele, é totalmente cabível o processo por roubo de propriedade intelectual que o ator está movendo contra a empresa.

O "Backpack Kid" 

O caso de Ribeiro foi apenas mais um quanto a processos pelas famosas dancinhas. Um outro caso que ficou mundialmente conhecido foi a do "Backpack Kid" (Menino da Bolsa, em tradução livre); pós o caso da "dança do Carlton", quem resolveu também processar a produtora foi Russel Horning, celebridade do Instagram e criador da "Floss Dance" ou "Flossing" (Dança do Fio Dental, em português). A dança virou febre não só no game, mas em todo o mundo. Milhões de pessoas reproduzem a dança, e você provavelmente já viu alguém fazendo essa performance.

A agência de Horning é a mesma que está cuidando do processo de Alfonso Ribeiro, e afirma que mesmo que o menino ainda não tenha patenteado a dança, ele é mundialmente reconhecido como o dono da criação. O TMZ, que está cobrindo ambos os casos, apontou que em junho de 2018, o garoto foi perguntado sobre como ele se sentia vendo a dança no game e no mundo, quando respondeu: “Não é grande coisa para mim, eu só estou apenas feliz que está presente no jogo". Mas parece que ele realmente mudou de ideia. Recentemente, ao divulgar o processo, ele alegou: “Foi realmente minha mãe e empresária quem fez o processo. Eu sou apenas uma criança – me divertindo na vida. Só estou deixando todos os adultos fazerem o trabalho pesado". Tudo indica que a Epic Games vai ter de se preparar, pois esse parece ser apenas o começo de várias outras ações desse tipo.

• De Freitas Agostinho
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações