Físicos conseguem fazer uma surpreendente experiência que pode revolucionar a informática quântica

Físicos conseguem fazer uma surpreendente experiência que pode revolucionar a informática quântica

Uma equipe internacional de pesquisadores conseguiram inverter a entropia de uma fração de segundo em um computador quântico.

Pesquisadores conseguiram completar um experimento pelo mínimo que se possa dizer surpreendente que poderá ajudar a aperfeiçoar a informática quântica nos próximos anos. A equipe de físicos "aumentou em uma fração de segundos" o estado de um (minúsculo) computador quântico, invertendo o processo de entropia em um sistema de dois e três qubits.

Entropia e desordem

O segundo princípio da termodinâmica estipula que "a entropia total de um sistema isolado não pode jamais decrescer". Essa afirmação um pouco absurda equivale a dizer, de forma prática, que um sistema (a propósito, o nosso Universo) é fadado a avançar para um estado cada vez mais desordenado, mais ou menos igual o leite e o café no café com leite, que fica cada vez mais difícil de separá-los à medida que os dois líquidos se misturam.

Leia também
Leoa gravemente ferida é salva por veterinários no Quênia

A "flecha da entropia" é calcada na "flecha do tempo". Essas são as mudanças trazidas pela entropia, esse crescimento irreversível da desordem, que nós percebemos como a passagem do tempo de acordo com os pesquisadores. Viajar no tempo seria então, em teoria, reduzir a entropia total, o que constituiria uma violação do segundo princípio da termodinâmica.

Inversão da entropia

"Em dezembro, nós publicamos um artigo que aborda a violação do segundo princípio da termodinâmica com ajuda de um método batizado de demônio de Maxwell", explica Gordey Lesovik, autor principal do estudo. "Nós criamos artificialmente um estado que evolui na direção oposta à da flecha do tempo termodinâmico." Esse estado contra-intuitivo foi observado em ação com uma taxa de sucesso de 85% em um sistema a dois qubits.

Atenção, isso não quer dizer, no entanto, que os pesquisadores voltaram no tempo, mas sim que eles inverteram o sentido da passagem clássica da entropia em nível local e na escala quântica. Mais ou menos como se você batesse numa bola de bilhar de forma e o conjunto das bolas afetadas dispersas pela mesa formassem novamente um triângulo. Essa avanço poderá, em uma forma mais aperfeiçoada, permitir a evolução da informática quântica ao eliminar os ruídos de fundo e os erros.

• De Freitas Agostinho
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações