Milionária aos 17 anos, ela quer denunciar o Euromilhões

Milionária aos 17 anos, ela quer denunciar o Euromilhões

Todo mundo tem o sonho de ser milionário, certo?  E quanto mais cedo melhor, né? A milionária Jane Park discorda. Despois de ter ganhado no Euromilhões, o equivalente à loteria brasileira, mas na Europa, Jane acredita que o prêmio pode ter prejudicado a sua vida e a transformado em um pesadelo.

Ela fez um implante mamário. Comprou um Range Rover roxo, uma mala da Louis Vuitton e um chihuahua. Viajou para as Maldivas, mas continua a preferir estâncias balneares mais baratas, como Benidorm e Magaluf (em Espanha): "Podes embebedar-te tanto quanto quiseres", explicou ao tabloide inglês Mirror.

Agora, "farta" de uma vida de compras, aborrecida por não conseguir arranjar um namorado que não tenha o seu dinheiro em mente, e "salva" de gastar todos os seus ganhos pela família, Jane Park, que comprou duas propriedades e intitula-se "empreiteira", decidiu criticar a Camelot, a agência que opera o Euromilhões no Reino Unido:

Leia também
Euromilhões: os 187 milhões de euros que ela ganhou arruinaram sua vida

"Penso que os 18 anos deviam ser a idade mínima para ganhar a loteria, pelo menos. Os 16 anos de idade legal são demasiado baixos".

Tanto o Mirror como o Independent. outro jornal inglês, noticiam que Jane, atualmente com 21 anos, estará mesmo a ponderar processar a Camelot, apesar de não citarem declarações que suportem essa afirmação.

A Camelot já veio a público dizer que tem um serviço de aconselhamento, que apoiou várias vezes esta mulher e que continua a apoiá-la, e remeteu para o parlamento britânico a questão da idade legal para jogar. 

A britânica ganhou o prêmio de um milhão de libras esterlinas – que em dezembro de 2013 dariam cerca de R$ 3.850.000. Segundo a Glamour britânica, antes de ser sorteada, ela vivia em um apartamento com a sua mãe e estava em um emprego que pagava £8 por hora.  

A jovem sente-se afastada dos amigos, já que eles têm vidas bem diferentes da sua agora. “Nunca percebi quão difícil isso seria”, desabafou ela no programa ‘Loose Women‘. Ela conta que tem recebido muitas mensagens de ódio no Twitter, e diz que consegue entender os problemas de outras pessoas porque também já esteve em uma situação financeira apertada. Em entrevista ao Sunday People, disse: “os outros não entendem o tamanho do meu estresse. Tenho coisas materiais, mas além delas, minha vida está vazia. Qual é o meu propósito na vida?”.

 

• Bruna Moura
Leia mais