Estresse: sintomas, definições, consequências, como gerir seu estresse?

Estresse: sintomas, definições, consequências, como gerir seu estresse?

O estresse afeta todos, mesmo as crianças, mas há níveis e intensidades diferentes. Entre o bom estresse, que nos permite estar vigilante e ativo e o mau estresse que nos impede de funcionar bem, há todos as pequenas situações do cotidiano que temos que gerenciar. Como se manifesta o estresse? Quais são as suas causas? Suas consequências? Saiba mais sobre o mal do século. 

O que é o estresse?

O estresse pode ser definido como uma perturbação física provocada por um agente físico, psíquico ou emocional. Frente a uma situação perigosa ou angustiante, o organismo produz hormônios específicos do estresse: a adrenalina ou o cortisol.

A adrenalina,que é secretada primeiro, estimula o ritmo cardíaco, a respiração e a circulação do sangue nos músculos. O cortisol vem em seguida para ajudar a adrenalina a guardar energia a um nível muito elevado. O cortisol permite igualmente converter gordura em açúcar e dar ainda mais energia ao corpo. O estresse é uma reação psicológica e física do organismo frente a uma situação difícil que demanda uma adaptação. Em certas circunstâncias, podemos falar do bom estresse. O estresse pode estimular a motivação, o espírito e a sensação de estar vivo e alerta em certas situações.   

 

Quais são as fontes do estresse?

Muitos fatores podem causar o estresse como uma prova, uma entrevista de emprego, uma competição, uma briga de família, a falta de tempo, problemas financeiros, um acidente e até um grande barulho. 

Os pesquisadores estimaram que existem duas grandes categorias de "estressantes", situações que provocam a produção de hormônios do estresse. Há "estressantes" físicos, que representam os fatores que agem no nosso corpo como machucados, dores ou doenças. Os "estressantes" psicológicos incluem os eventos, as situações ou os indivíduos que têm um efeito negativo ou perigoso sobre nós como o tempo no trabalho, a necessidade de passar em um concurso ou ir a uma entrevista de emprego. 

Os pesquisadores afirmam que mesmo que as situações ou eventos estressantes variem de um indivíduo a outro, há quatro características comuns que induzem uma resposta de estresse em todos, provocando uma secreção de hormônios.  Os quatro elementos, que os pesquisadores chamam de "a receita do estresse", são o controle ( o indivíduo sente que tem pouco ou nenhum controle da situação), a imprevisibilidade ( um evento inesperado acontece), a novidade ( algo novo acontece, como a chegada de uma criança ou a necessidade de provar algo novo) e o ego ameaçado (o indivíduo duvida das capacidades ou competências)

Leia também
O pior inimigo para o crescimento muscular

 

Quais são os sintomas do estresse?

O estresse manifesta-se por sintomas físicos, mas também psicológicos. Veja aqui uma lista dos principais sintomas do estresse:

- Aumento do ritmo cardíaco e da pressão arterial

- Aceleração da respiração

- Aumento da temperatura corporal

- Os diferentes estados de alerta ( dilatação da pupila, secreção da endorfina em caso de dor ou machucados)

- Problemas digestivos (boca seca, intestinos que não funcionam bem

- O sistema reprodutor para (ovulação interrompida, redução da produção de testosterona)

- Baixa da libido

Dor de cabeça

- Vertigem

- Problemas de sono e de apetite

- Irritabilidade, agitação, indecisão, ansiedade, inquietude, dificuldade de se concentrar, tristeza 

  

As consequências do estresse

Quando uma situação de estresse prolonga-se em um indivíduo, o organismo fica cansado. Por produzir muitos hormônios, o organismo não consegue descansar.  Fala-se de estresse crônico. O indivíduo fica cansado fisicamente e mentalmente e muitos sintomas aparecem como dores de cabeça, insônia, perda de apetite, eczema,angústia e depressão. As doenças cardiovasculares podem também aparecer em pessoas que vivem um estresse crônico. 

 

Como gerenciar o estresse 

Certos esportes e métodos mais doces permitem diminuir o estresse e ajudar a gerenciá-lo. A atividade psíquica, esportes mais explosivos, a yoga, a meditação, são armas anti estresse eficazes. É aconselhável também, para as pessoas estressadas, diminuir o consumo de bebidas excitantes como o café ou alguns chás. 

• Marcos Silva