Atleta recorre a um aparelho de tortura para se recuperar e voltar a competir
Atleta recorre a um aparelho de tortura para se recuperar e voltar a competir
Leia mais

Atleta recorre a um aparelho de tortura para se recuperar e voltar a competir

Tim Dom, atual recordista de Ironman, sofreu um acidente no ano passado, enquanto treinava, e quebrou o pescoço. Persistente, ele luta para se recuperar e voltar a competir

Tim Dom é uma das lendas vivas do esporte mundial. No último campeonato de Ironman, ele conseguiu fazer o tempo de 7 horas e 40 minutos, concluindo 4 km de natação, 180 km de bicicleta e 42 km de corrida, o que o rendeu o título de recordista mundial da categoria.Contudo, um grande acidente colocou o futuro de sua carreira em risco.Vítima de um atropelamento, Tim Dom fraturou a vértebra C2, o que o fez ficar imobilizado por quatro meses. A única forma de ter esperanças de reduzir esse tempo e evitar cirurgias era utilizar um aparelho um tanto quanto exótico.

O aparelho chamado "halo" é uma espécie de construção de metal que circunda e perfura a cabeça do atleta com 4 pinos de titânio. O uso desse recurso de imobilização, segundo seu médico, garantiria ao atleta 90% de probabilidade de se recuperar totalmente. O atleta nem titubeou em tomar a sua decisão. 

"É uma experiência bastante dolorida, mas é a melhor opção para uma recuperação completa sem limitações a longo prazo. Você prega pinos de titânio e os lacra junto ao crânio, dois na frente e dois atrás, os quatro presos a barras de metal. Fica tudo preso a um suporte no pescoço, que você usa por três meses sem tirar. É pura tortura, mas funciona". contou o atleta ao New York Times.

Estamos todos torcendo por Tim!

Escrito por Bruna Moura
Última modificação

Sem Internet
Verifique suas configurações