Bilionário dos diamantes morre em cirurgia para aumento peniano

Bilionário dos diamantes morre em cirurgia para aumento peniano

Proprietário da Omega Diamons, o empresário belga-israelense perdeu a vida após uma cirurgia estética para aumentar a 'espessura' do seu pênis.

A cirurgia estética não inclui apenas operações como implantes mamários ou rinoplastia. Há também os procedimentos de aumento do comprimento e diâmetro do pênis, operações de rotina em hospitais e clínicas de cirurgia plástica mas que, como em todas as operações cirúrgicas, sempre há algum risco.

Leia também
Conheça a "menina do algodão doce" que já encantou milhares de internautas

No último sábado, um grande empresário belga-israelense de 65 anos do ramo de diamantes pagou o preço. Hospitalizado em Paris para aumentar a 'espessura' do pênis, o homem sucumbiu a um ataque cardíaco durante o procedimento.

Condições suspeitas

Na clínica, Ehud Arye Laniado deveria simplesmente receber uma injeção de gordura no pênis para deixá-lo mais 'grosso'. Esta operação considerada "banal" para médicos custa em média 17.000 mil reais - mais informações sobre o procedimento cirúrgico no vídeo acima. Sob efeito de anestesia local, o bilionário sofreu uma parada cardíaca na sala de cirurgia.

De acordo com as informações fornecidas pelo jornal Le Point, a equipe médica tentou ressuscitá-lo por uma hora, mas não obteve sucesso. A polícia abriu uma investigação seguindo um elemento suspeito pois, de fato, a operação teria ocorrido fora do horário de funcionamento da clínica segundo o jornal.

• De Freitas Agostinho
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações