Filho de Edmundo fala de abandono paterno em documentário
Filho de Edmundo fala de abandono paterno em documentário
Leia mais

Filho de Edmundo fala de abandono paterno em documentário

Alexandre Mortágua relembra a própria história e outras sobre abandono paterno em documentário.

Quase 6 milhões de crianças no Brasil não possuem o nome do pai em seus documentos. Os dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) de 2011 inspiraram o carioca Alexandre Mortágua a falar de um assunto que ele próprio conhece bem: o abandono paterno.

Filho do ex-jogador de futebol Edmundo, ele conta a história de pessoas que foram abandonadas pelos pais e as consequências profundas disso no documentário "Todos Nós 5 Milhões". O longa-metragem estreia no ano que vem.

O abandono paterno, que é o afastamento deliberado do pai da convivência do filho, é um mal que atinge muitas famílias brasileiras. Segundo dados do CNJ, o Rio de Janeiro liderava o ranking de filiação incompleta no país, alcançando impressionantes 677 mil crianças em idade escolar. Os dados levaram em conta apenas meninos e meninas que estavam estudando, o que significa que os dados certamente são muito maiores. O IBGE aponta que o número de famílias chefiadas por mães solteiras aumentou em 1 milhão entre os anos de 2005 e 2015.

Além das pessoas que não possuem o nome do pai na certidão de nascimento, são muitos os casos de filhos registrados que nunca tiveram uma relação próxima com os progenitores. Esse é o caso de Alexandre Mortágua. Conhecido por polêmicas durante a adolescência com a mãe, a modelo Cristina Mortágua, Alexandre foi oficialmente reconhecido como filho de Edmundo após uma longa batalha judicial. A paternidade ficou no papel já que, desde os 4 anos, o jovem não teve mais contato com o jogador.

Essa história, que é a de muitos brasileiros, é contada em seu primeiro longa através de depoimentos que se misturam com a dramatização de histórias reais de filhos que não conhecem seus progenitores, mães que se tornaram "pães" e até de pais que deliberadamente abandonaram a convivência com as crias."Todos Nós 5 Milhões" foi inteiramente dirigido, escrito e produzido por Alexandre, que atualmente está com 23 anos e é formado em cinema. A atriz Vanessa Oliveira, que participou da série do Netflix "3 Por Cento", estrela uma das muitas histórias de abandono encenadas no docudrama. Essas dramatizações unem-se a entrevistas com especialistas no assunto, como advogados e psicólogos, que buscam explicar os impactos do abandono paterno.

Em entrevista ao Universa, o jovem diretor afirma que, mais que rememorar a própria história, o doc busca confrontar o machismo que gera esse tipo de ação por parte de muitos homens. "Acho que meu papel é discutir e matar a masculinidade que cria esse espectro de ser carrancudo e não demonstrar emoções", afirma Alexandre Mortágua. "Sou resposta à masculinidade que meu pai representa", finaliza.

Escrito por De Freitas Agostinho

Sem Internet
Verifique suas configurações