Eclipse total da lua: lua de sangue no céu neste mês de janeiro

Eclipse total da lua: lua de sangue no céu neste mês de janeiro

Amantes dos espetáculos celestes, o ano mal começou e já temos uma ótima notícia para vocês! Por pelo menos 4 semanas, uma eclipse total da lua vai acontecer e nos encantar e poderá ser observado na noite do dia 20 ao dia 21 de janeiro. A Maxisciences vai te explicar melhor como funcionará o fenômeno da lua de sangue que se exibirá um pouco mais generosa para os olhos dos moradores do lado Atlântico.

Nesse momento em que o ano de 2018 acaba de se despedir, não podemos parar de pensar no magnífico espetáculo que ele nos deu no último mês de julho. Vocês se lembram do dia 27 de julho, nessa data pudemos admirar o maior eclipse lunar do século XXI. O ano de 2019 parece que não vai ficar para trás quanto aos fenômenos astronômicos, uma vez que a partir da noite do dia 20 ao dia 21 de janeiro, é provável que vejamos o primeiro eclipse total da lua do último ano da década.

Costa Atlântica privilegiada

Se a segunda-feira dia 21 de janeiro foi decretado o dia mais deprimente do ano, ele será também o dia do primeiro eclipse total da lua de 2019. Portanto, aí está uma boa razão para se sair da cama! Os astros devem começar o show às 6h37 da manhã e terminar às 11h48 da manhã (horário de Brasília). Os mais matutinos (e mais motivados) entre nós poderão apreciar seu apogeu que se dará a partir das 9h12. Mas os mais sortudos serão os moradores da costa Atlântica (América do Sul, América do Norte, África e parte da Europa) que poderão assistir, de acordo com a Science Alert a totalidade do espetáculo da "super lua de sangue". Nós do Brasil, por exemplo, poderemos apreciar a integralidade do fenômeno que deve durar mais de 5 horas.

A primeira do ano, mas a última de um ciclo

Esse primeiro fenômeno maior observável do ano ocorre quando a lua se coloca no espaço de sombra produzido pela Terra. Trata-se também do último eclipse total de uma série de três que aconteceram durante um ano e meio. Ele será fortemente impressionante, uma vez que a lua estará mais perto da Terra.

Leia também
Descubra o efeito surpreendente do leite com Coca-Cola

O que significa que sem a luz do sol, nosso satélite natural vai aparecer sob uma paleta de tons de vermelho. Em um vestido escarlate que lhe dá o nome de "Lua de sangue". A cor cobreada é geralmente mais ou menos pronunciada em função das condições meteorológicas, que propõe um miscelânea de nuances notáveis.

Como sempre acontece em todos os grandes fenômenos astrológicos, a associação brasileira de astronomia repertoriou os lugares que ficarão abertos para se observar esse primeiro eclipse do ano.

De Freitas Agostinho
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações