Um homem tenta vender a namorada no eBay e ofertas atingem valores muito altos

Um homem tenta vender a namorada no eBay e ofertas atingem valores muito altos

Um britânico tentou vender a sua namorada no eBay, como uma brincadeira, e ficou chocado quando o leilão chegou aos 92 mil dólares.

Um britânico tentou vender a sua namorada no eBay, como uma brincadeira, e ficou chocado quando o leilão chegou aos 92 mil dólares.

Dale Leeks, que mora em Londres, listou sua namorada de um ano, Kelly Greaves, no site do leilão, porque ele "queria rir", disse ele à CTV News.

Mas o anúncio foi retirado do eBay após 24 horas - quando as ofertas chegaram  aos 92 mil dólares - porque o site disse que Leeks violou sua política de venda de partes do corpo humano ou restos. No post agora excluído, Leeks descreveu a namorada como uma "miniatura colecionável" que faz um "ruído constante de choramingar" e é "bastante arrumada, mas de perto mostra sinais de desgaste".

O anúncio também disse que Greaves não tinha "nenhum dano sério, mas que se podia ver que ela foi usada". Leeks disse que, à medida que a noite prosseguia, ele recebia propostas da Europa, dos Estados Unidos e da Austrália.

Leia também
Loja de móveis é processada por uma propaganda machista

Depois da página ser vista 81.000 vezes em apenas 24 horas, ela foi removida do eBay.

"Eles disseram que eu não poderia vender um ser humano", disse Leeks à CTV News.

O namorado garantiu a Greaves e ás mídias que ele não ia vender sua namorada. Mas quando as ofertas começaram a aumentar, ele brincou: "Eu não vou mentir, eu teria ficado muito triste em vender-te, mas não teria sido em vão porque eu iria chorar no meu Ferrari ou no meu Lamborghini. "

Greaves, que era amiga de Leeks por dez anos antes de começar a namorar há um ano atrás, não se surpreendeu com a brincadeira, disse Leeks.

"Ela não podia estar comigo num relacionamento e não pudesse levar uma piada", disse ele. "Este é apenas um dia normal na minha convivência, realmente ... eu faço coisas assim a toda a hora." 

• De Freitas Agostinho
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações